Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Prefeitura realiza intervenções após volume de chuvas histórico na capital goiana

Na noite desta quinta choveu 132 milímetros (mm), 60% do total esperado para o todo o mês de fevereiro
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
(Divulgação/ Prefeitura de Goiânia)

A Prefeitura de Goiânia, por meio da Secretaria Municipal de Infraestrutura Urbana (Seinfra) e da Defesa Civil, atua desde a noite desta quinta-feira (11) no atendimento às regiões mais afetadas pelas fortes chuvas que atingiram a capital. Ao todo, oito equipes da Seinfra trabalham em reparos no Setor Jaó, Santo Hilário, Bairro Feliz, Vila Viana, Vila Roriz, Setor Sol Nascente e Parque das Flores.

A Defesa Civil, por sua vez, atendeu ocorrências no Setor São José, onde foi registrado 1h30 de alagamento, e no Setor Jaó, com 1h de alagamento, ambos sem vítimas.

Segundo informações do Centro de Informações Meteorológicas e Hidrológicas de Goiás (Cimehgo) e da Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad), nesta noite choveu 132 milímetros (mm) na Região Norte de Goiânia, na Região Leste choveu 109,2 milímetros (mm) e no Centro (Região da Castelo Branco) o volume das precipitações foi de 93milímetros (mm).

O volume esperado de chuvas para o mês de fevereiro inteiro era de 222,9 milímetros (mm), ou seja, as precipitações de ontem representam 60% do volume total esperado para todo o mês. A título de comparação, desde o início da monitoração do Cimehgo, em Goiânia, foi registrado um volume de 134mm há 49 anos, em 22 de dezembro de 1972; e de 136,6mm há 16 anos, em 9 de dezembro de 2005.