Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Olavo de Carvalho morre aos 74 anos

O escritor vivia nos EUA há mais de uma década e influenciou a nova direita com livros e cursos online
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp

O escritor bolsonarista Olavo de Carvalho, morreu na noite da segunda-feira, 24, aos 74 anos, em um hospital na região de Richmond, na Virgínia, Estados Unidos. A notícia foi comunicada pela família nas redes sociais do autor. A causa da morte não foi revelada, mas ele havia sido diagnosticado com Covid-19 em 16 de janeiro.

Em julho de 2021, ele havia viajado ao Brasil para tratar problemas cardíacos e chegou a ser internado no Instituto do Coração, no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP (InCor), em São Paulo. Após novas complicações de saúde, Olavo foi submetido a um cateterismo. Depois de receber alta, teve complicações e passou quatro meses internando na clínica Saint Marie, na Zona Sul da capital paulista.

O escritor deixa a esposa, Roxane, oito filhos e 18 netos. “A família agradece a todos os amigos as mensagens de solidariedade e pede orações pela alma do professor”, diz a publicação nas redes sociais.

A notícia de sua morte gerou uma onda de homenagens, incluindo o presidente Jair Bolsonaro e seus filhos. “Nos deixa hoje um dos maiores pensadores da história do nosso país, o filósofo e professor Olavo Luiz Pimentel de Carvalho. Olavo foi um gigante na luta pela liberdade e um farol para milhões de brasileiros. Seu exemplo e seus ensinamentos nos marcarão para sempre”, publicou Bolsonaro em seu perfil no Twitter.olavo-de-carvalho-morre