Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Maior parque aquático do Brasil será inaugurado em Goiás em 2017

Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp

Conhecida por seus polos industriais, grandes condomínios e referência no agronegócio, Goiânia também receberá, em novembro de 2017, seu primeiro parque aquático conceitual, que trará praia de areia com piscina de ondas, brinquedos aquáticos de baixa, média e alta adrenalina, o maior rio lento da América Latina e espaço para shows.

O Dream Park, com projeto de 109 mil m² será o maior do Brasil, superando o cearense Beach Park e o goiano Hot Park, e ficará em Hidrolândia, somente a 20 minutos da Capital.

No total, serão investidos R$ 75 milhões para a implantação do parque, cujas obras já iniciaram. A capacidade será de atender a sete mil visitantes ao dia.

Para Bruno Tavares, diretor administrativo do Dream Park, a proposta é levar uma completa experiência sensorial aos visitantes com tematizações inspiradas no Cirque du Soleil e nos parques de Orlando. “Naturalmente o parque também atrairá visitantes de outros Estados, fortalecendo ainda mais a nossa economia”, afirma.

Mas a ideia inicial é atender à demanda local, ou seja, estimular que os próprios goianos frequentem o parque. Nesse sentido, passaportes vitalícios em diversas modalidades para atender diferentes perfis serão instaurados. “Para os familiares que podem ter agregados (babá, sobrinho, amigo etc.) e, uma novidade no mercado, o Double – para duas pessoas. Essas opções serão ofertadas no lançamento e trazem uma outra vantagem, o direito hereditário”, diz Bruno.

Projeto do Dream Park, que estima receber 1,5 milhão de visitantes ao ano (Foto: Divulgação)

Atrações

O parque oferecerá áreas com atrações planejadas para faixas de idades específicas, como o complexo infantil para crianças de 2 a 6 anos. “Contará com monitores e recreadores, num ambiente cercado de piscinas, toboáguas, brinquedos interativos, parque seco e baby care”, destaca a diretora de marketing do Dream Park, Alice Junqueira.

Na área para crianças de 6 a 12 anos, o parque trará o Half Dream, o primeiro escorregador infantil do mundo no formato de asa delta. Já para os aventureiros, foi criado um espaço radical com um simulador de surf e slide com boias coletivas. Serão mais de 11 mil m² com os brinquedos mais radicais.

Para quem opta por mais tranquilidade, o empreendimento contará com um redário envolvido por espelhos d’água e vegetação natural. Outra atração será voltada para quem deseja um ambiente privativo: área vip com bangalôs equipados com TV e frigobar, ofurôs particulares, atendimento e serviços exclusivos de gastronomia.

O parque terá ainda estacionamento monitorado com mais de 1.390 vagas, bicicletário, praça de alimentação, mirante, e restaurante com píer sobre o rio lento. A previsão é que, até o final de 2018, o Dream Park esteja totalmente concluído.