Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Fujioka inaugura loja conceito de atacarejo em tecnologia, inédita no país

Nova unidade traz linhas completas das maiores marcas mundiais e mais de 3 mil produtos tecnológicos com preços competitivos e atendimento especializado para o público com CNPJ
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Teruo Fujioka, sócio Presidente do grupo (centro), juntamente com Francisco Rainer, diretor de distribuição, e Dvair Borges Lacerda, diretor comercial do Grupo Fujioka (Foto: Johnathan Mateus Campos)

Da mesma forma que os consumidores têm preferido fazer a compra do mês em atacarejos, devido à variedade de produtos e preços mais baratos, tal mudança de hábito de consumo também é perceptível no comércio de artigos tecnológicos. De olho nesse segmento em expansão no Brasil e no mundo, o Fujioka Distribuidor inaugura nova loja conceito, inédita no país no formato atacarejo especializada em soluções em produtos de tecnologia com ênfase em informática, na Praça Tamandaré, em Goiânia.

O Fujioka saiu na frente e percebeu que formatar seus negócios para o atendimento especializado à demanda de consumidor com CNPJ os resultados já podem ser comprovados pelo aumento em 50% do volume de negócios da empresa por meio do Fujioka Distribuidor desde 2018.   Mas, é fato que esta tendência foi impulsionada drasticamente pela pandemia.

Atualmente, a maior fatia de negócios da empresa é a distribuição (atacado). A venda por atacado, por exemplo, já representa cerca de 80% dos negócios, com uma carteira de mais de 30 mil clientes com CNPJs ativos com entregas efetivadas para 70% dos municípios brasileiros. Esses números posicionam a marca entre as 1.000 maiores empresas do mercado, com R$ 2,1 bilhões em volumes de vendas somente em 2020.

De acordo com Francisco Rainer, diretor de distribuição da empresa, o novo conceito surge com foco no atendimento do consumidor CNPJ que busca produtos de tecnologia que outras lojas de varejo não têm, principalmente de informática e automação. “Não existe hoje no Brasil uma loja de atacado voltada a produtos de tecnologia e teremos itens que tradicionalmente o consumidor tem dificuldade de encontrar. É como se uma pessoa que pretendesse abrir ou fazer a modernização de seu negócio, nos procurasse para ter toda a solução desejada. Nessa unidade, no call center ou pelo site, ela poderá suprir todas suas demandas,”, ressalta.

O diretor explica que os preços do Fujioka Distribuidor são muito competitivos por conta da estreita parceria com as indústrias e o volume comercializado por eles. “Com o conceito dessa nova unidade, a indústria de produtos de tecnologia está entusiasmada porque essa também era uma demanda aguardada por eles. Tanto é que conseguiremos negociar com preço diferenciado em razão dos fabricantes terem abraçado esse projeto”, destaca.

Do total de 54 lojas físicas em Goiás e no Distrito Federal, a nova unidade será a terceira voltada ao atendimento por atacado. As outras duas estão em funcionamento na Capital, localizada na Avenida Independência, e outra em Anápolis (Avenida Brasil). O diferencial desta nova loja ficará por conta da especialidade no atendimento e pela robustez da linha completa de produtos dos principais fabricantes, tais como: JBL; Asus; Motorola; Positivo; Samsung; Sandisk; LG; HP; Lenovo; Gama; Sony; Alcatel; Epson; Philips; Taiff; Panasonic; Intelbras.

Atendimento especializado

Outro diferencial da nova unidade será a qualificação do atendimento. De amplo espaço, a loja vai contar com ambiente reservado às marcas como a Epson, HP, Intelbras, Samsung e LG. O destaque será a repartição dos games, cuja demanda cresceu fortemente desde o começo da pandemia. Dentro dessa nova dinâmica comercial, o Fujioka vai disponibilizar a seus clientes um consultor técnico que dará assessoria e fará a análise de performances dos produtos, principalmente os da linha de informática.

Segundo Francisco Rainer, o Fujioka não tem poupado esforços na qualificação de seus atendentes e vendedores.  Tanto que há um corpo técnico de análise de qualidade, que segue rigorosa agenda de treinamentos pautados no histórico de evolução de cada um dos colaboradores, desde os que estão na ponta do atendimento presencial aos que trabalham no call center — atualmente um efetivo de 300 tele operadores. “Investimos muito na qualificação dos funcionários para que estejam preparados para as exigências que esse formato de negócio exige”, frisa.

Pandemia e expansão

A pandemia fez com que a necessidade por produtos de tecnologia aumentasse. Com a nova realidade de trabalho em casa, reuniões de negócios e ensinos remotos, o Fujioka Distribuição enxergou nessa nova realidade uma oportunidade ímpar de negócios. “A tecnologia na vida das pessoas deixou de ser luxo e passou ser uma necessidade. Nosso foco para o atacado surgiu dessa demanda absurda”, revela Francisco Rainer. “Cito o exemplo da procura de monitores no qual temos dificuldade ainda em suprir, levando em consideração que somos o maior distribuidor desse produto no País”, afirma.

Depois da abertura da unidade da Praça Tamandaré, Francisco adianta que está no plano de expansão do Fujioka levar esse conceito de negócio para outros municípios goianos, e o Distrito Federal, para então avançar pelo restante do Brasil. Ele afirma que o atendimento ao público pessoa jurídica é um caminho sem volta, portanto, a necessidade de remodelação de negócio para se manter competitivo.

“Podemos dizer que a pandemia acelerou essa tendência? Sim, Principalmente no site de distribuição. Fizemos uma série de ajustes nessa plataforma, como engenharia tributária para atender a todas as unidades da federação. Portanto, não faz sentido o Fujioka ser o maior distribuidor atacadista do Brasil de produtos de tecnologia se não tem um referencial nas suas casas, que são Goiás e Brasília”, ressalta.