Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Farmácia Artesanal completa 40 anos e comemora números positivos

Empresa registra crescimento de cerca de 15% nas vendas de produtos e medicamentos manipulados em 2020 e mantém mais de mil colaboradores empregados em suas unidades presentes em cinco estados brasileiros
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Evandro Tokarski, CEO da Artesanal

Solidez, inovação e comprometimento. É seguindo essa tônica que a Farmácia Artesanal comemora seus 40 anos de fundação em 2021, registrando resultados positivos mesmo em meio a um cenário de crise provocada pela pandemia do novo coronavírus, que abalou toda a economia do país.

Fundada em 1981, a primeira unidade da Farmácia Artesanal foi aberta em Goiânia a partir do sonho de criar um ambiente personalizado para oferecer medicamentos e produtos cuidadosamente manipulados e uma experiência única para os clientes. Atualmente, a Artesanal é líder de mercado – sendo uma das maiores no segmento magistral das Américas e, mesmo em um cenário de incertezas, vive um momento positivo e de expansão.

Enquanto o PIB brasileiro apresentou recuo de 4,1% em 2020 em relação ao ano anterior, a Artesanal comemorou um crescimento de cerca de 15% nas vendas de produtos manipulados no último ano. Esse resultado vem impulsionando a empresa na contramão da crise.

“As pessoas estão preocupadas com a saúde e prevenção, seja por meio do isolamento social e das recomendações da OMS, como também da possibilidade de se vacinarem contra a Covid-19. As tendências mostram que elas estão mais preocupadas em se proteger. Por consequência, os medicamentos manipulados – nosso trabalho – têm sido extremamente valorizados”, aponta Evandro Tokarski, CEO da Artesanal.

Crescimento alavanca geração de empregos

Ao passo que outros setores amargam prejuízos e cogitam resultados negativos para 2021, a Farmácia Artesanal projeta um crescimento ainda maior para o segundo semestre deste ano, alcançando os 18%. De acordo com o CEO, esse incremento se deve as inovações geradas, novos negócios, como a expansão de franquias, além do foco nas relações com os clientes. “Crescemos no último ano mais de 15% somente com a taxa de empregos”, revela.

Essa conquista se torna especialmente relevante em um contexto de desocupação com nível recorde, chegando à marca dos 13,5% no Brasil em 2020 – um total de 13,4 milhões de brasileiros sem trabalho. Na contramão, a Associação Nacional de Farmacêuticos Magistrais – Anfarmag registrou aumento no número de contratações de novos funcionários em farmácias de manipulação a partir do mês de maio de 2020. Somente em julho do ano passado, 31% das empresas afirmaram ter realizado uma ou mais contratações.

Corroborando com esses números, a Farmácia Artesanal emprega, atualmente, mais de mil colaboradores nas suas mais de 52 unidades espalhadas por cinco Estados brasileiros – Goiás, Minas Gerais, Tocantins, Pará e Mato Grosso. “Geramos mais renda, mais possibilidades para as famílias que se juntam ao nosso grupo, além de desenvolvimento e treinamentos constantes. Isso, para nós, é uma responsabilidade muito grande, além de um sentimento de muito orgulho e gratidão pois sabemos que estamos contribuindo de forma muito positiva para a nossa sociedade”, acredita Evandro.

Tokarski destaca ainda a capacidade de superação da empresa em suas quatro décadas de fundação, elemento essencial para se destacar em um cenário de retração como o atual. “Ao longo desses 40 anos passamos por 8 crises no Brasil . Momentos como esse o crescimento e fortalecimento da marca é possível, pois temos um time forte, conectado com o propósito da Artesanal, que é de “promover uma oportunidade única, agregando valor à vida das pessoas”, aponta.

Saúde como serviço essencial

Além desses fatores, outro motivo que possibilitou o alcance de resultados positivos foi fato de as farmácias de manipulação fazerem parte do rol de serviços essenciais e terem sido muito demandadas pela sociedade neste período de incertezas. Apesar de enfrentarem terreno desconhecido no início da pandemia, dados da Anfarmag mostram que, entre maio e julho de 2020, houve uma elevação da venda de produtos manipulados, com índices que variam entre 20% e mais de 50% do volume de comercialização.

Esses números reforçam uma tendência de comportamento que vem sendo observada desde o início da pandemia: a de uma busca maior pela personalização dos tratamentos. Segundo Evandro Tokarski, a importância do tratamento individualizado na medicina, e também dos medicamentos magistrais, remonta às décadas de 1940 e 1950, quando só existiam as farmácias de manipulação no Brasil, que, agora, se revelam que são essenciais.

“O segmento magistral é o único que consegue trazer essa possibilidade de individualização do tratamento, oferecendo para cada paciente o medicamento necessário, na quantidade necessária em função da idade, da saúde, do peso, do estado clínico da pessoa. Assim se individualiza de fato o medicamento e, por consequência, o produto tem resultado seguro e mais eficaz”.

Vale lembrar que, durante a pandemia, as farmácias de manipulação foram demandadas não apenas pelo consumidor final, mas também pelos médicos, hospitais, que viram aumentar o número de pacientes acamados e entubados, que frequentemente precisam de formulações especiais. “O produto que a Farmácia Artesanal produz é essencial, por isso, continuamos trabalhando e nos dedicando fortemente para oferecer medicamentos de qualidade, serviços, novas tecnologias, para poder atender a necessidade dos nossos clientes”, reforça Evandro.