Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

B-Boy goiano Xandin busca título mundial de Breaking na Polônia

De 4 a 6 de novembro, brasileiros disputam as últimas etapas da final global do Red Bull BC One
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Campeões embarcam rumo à Polônia visando ao grande título mundial (Crédito: Tauana Sofia/ Red Bull Content Pool)

goiano Alexandre Duarte, conhecido como B-Boy Xandin e a mineira Isabela RochaB-Girl Itsa, fizeram história em São Paulo e se tornaram os primeiros campeões nacionais do Red Bull BC One, realizado em outubro, após a entrada do Breaking no maior evento multiesportivo do mundo. A disputa, que aconteceu em mais de 30 países além do Brasil, reúne os mais talentosos artistas do planeta no principal campeonato de Breaking do mundo e possibilita que o público conheça os principais nomes da cena visando os Jogos Olímpicos de Paris, em 2024.

Depois de seletivas regionais em diferentes Estados brasileiros e mais de 300 inscritos, Itsa e Xandin seguem para o Mundial, que acontece na cidade de Gdansk, na Polônia. A final da competição acontece em duas etapas, a primeira será realizada no dia 4 de novembro. Os classificados nessa primeira fase se juntarão a 24 convidados na grande decisão, dia 6 de novembro, com transmissão ao vivo em português na Red Bull TV, e no canal SporTV, a partir das 13h (horário de Brasília).

Na categoria masculina, o B-Boy Xandin, de Anápolis, no interior de Goiás, tem relação de mais de uma década com o Breaking. O artista revela grandes expectativas para representar o Brasil: “Estou muito ansioso para a final, minhas expectativas são as melhores e acredito que tenho potencial para representar o Brasil e trazer esse título. Quero manter minha energia, dançando tranquilo e curtindo, acho que isso pode fazer toda diferença. Vou dar o meu melhor”, comenta.

Bicampeã Itsa (Fabio Piva / Red Bull Content Pool)

De Belo Horizonte (MG), a bicampeã Itsa representa o País entre as B-Girls. Integrante do elenco de dançarinos do Cirque du Soleil, a artista de 23 anos iniciou sua trajetória na modalidade logo na sua infância, quando começou a treinar e pegar gosto pelo esporte, e não parou desde então. Atualmente, é um dos grandes expoentes do Breaking.

“Minha expectativa para o mundial é que as pessoas não se enxerguem apenas como competidores, mas como irmãos e irmãs de cultura. Estou preparade para dançar minha história”, comenta.

Além de Itsa e Xandin, o Brasil também conta com outro representante de peso. O B-Boy cearense Bart já tem vaga garantida na final mundial, no dia 6 de novembro, por meio de wildcards – por desempenho e forte participação na cena foi convidado a avançar direto à fase decisiva, que nomeará os dois grandes vencedores mundiais (um B-Boy e uma B-Girl).

A dinâmica do evento é simples: em formato mata-mata, os participantes têm suas habilidades avaliadas ao dançarem em frente a um painel formado jurados que são referências na cena, como o holandês Menno, três vezes campeão mundial; os americanos El Nino e Beta Rawkuz; além da francesa Sarah Bee. Vale tudo para impressionar: técnica, criatividade e simpatia. Quem for melhor em todos os requisitos e conquistar os juízes, vence.

B-Boy Bart (Tauana Sofia / Red Bull Content Pool)

Serviço:
Red Bull BC One – Final Mundial Polônia
Data:
 04/11 (1ª etapa final mundial)
Data: 06/11 (2ª etapa final mundial)
Horário: 13h
Local: Transmissão ao vivo pela Red Bull TV e pelo canal SporTV.
Ingresso: Gratuito