Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Abertas as inscrições para o Prêmio Sebrae Mulher de Negócios

Prazo vai até 17 de julho. Goiana já foi vencedora da premiação
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Concurso será dividido em três fases: estadual, regional e nacional

Estão abertas, até 17 de julho, as inscrições para o Prêmio Sebrae Mulher de Negócios. Podem participar, gratuitamente, mulheres com mais de 18 anos, proprietárias de pequenos negócios, microempresas ou microempreendedoras individuais (MEI) com CNPJ e produtoras rurais que possuam inscrição estadual de produtor.

Mais de 80 mil empreendedoras já participaram das demais edições. Em 2022, serão três categorias: Microempreendedora Individual (MEI), Pequeno Negócio e Produtora Rural. Serão três etapas. As fases estadual e regional estão previstas para acontecer entre os meses de agosto e outubro. Já a nacional deve ocorrer em novembro, quando se comemora o Dia Mundial do Empreendedorismo Feminino.

Na etapa estadual, serão escolhidas até três candidatas em cada uma das categorias. As vencedoras dessa etapa serão avaliadas por um júri regional, em caráter eliminatório para a fase nacional. Por fim, as vencedoras das etapas regionais, correspondentes a três por categoria para cada uma das cinco regiões do país, estarão automaticamente classificadas para a grande final.

As ganhadoras dos primeiro e segundo lugares de cada categoria serão premiadas com um smartphone, além dos troféus, e a terceira colocada receberá um tablet. As nove vencedoras nacionais participarão de missão técnica nacional de capacitação, com passagens e hospedagem custeadas pelo Sebrae.

A coordenadora do Prêmio em Goiás, Vera Oliveira, explica que a edição de 2022 inova ao trazer um processo de autoavaliação da gestão dos negócios. “As candidatas precisam enviar um breve vídeo contando a história de seus negócios e os desafios de empreender. Também podem falar sobre perseverança, superação, preocupação com o meio ambiente e cultura de sua região”, destaca. Todas as informações sobre os critérios de julgamento estão no portal, onde também podem ser efetuadas as inscrições.

Empreendedorismo goiano

Em 2014, a microempreendedora individual goiana, Milena Curado, foi a primeira no Estado a ganhar o Troféu Ouro na etapa nacional. A vitória veio na segunda vez em que Milena se inscreveu no Prêmio. “Eu sempre tive o acompanhamento do Sebrae, principalmente no começo do meu negócio. O Sebrae me mostrou o mundo, aprendi demais. Ganhar o prêmio foi gratificante e uma confirmação de que eu estava no caminho certo e também gerou muita visibilidade”, relata.

Milena trabalha com moda artesanal e o resgate de bordado, ofício que aprendeu com a avó aos sete anos de idade. As peças são únicas, feitas manualmente e com referências da Cidade de Goiás, onde a empreendedora nasceu, como casarões, poesias de Cora Coralina e flores do Cerrado.

Para quem deseja empreender, Milena diz que é preciso acreditar. “Empreender é um grande desafio. Precisamos acreditar no nosso potencial e nos nossos sonhos, ter coragem e muito foco com os compromissos assumidos”, finaliza a empreendedora.

As mulheres hoje lideram cerca de 34% dos empreendimentos em Goiás. “Ações como essa são importantes para estimular o empreendedorismo entre mulheres, que representam 51% da população goiana. O prêmio vem para que as histórias inspirem e para que as mulheres acreditem que podem alcançar sucesso na gestão de seus negócios”, opina Vera.