Visagismo, o futuro dos cabeleireiros

Hoje ir ao cabeleireiro não se restringe a apenas aparar as pontas dos cabelos ou fazer um corte diferente. Espera-se que o profissional saiba dizer o que ficará melhor para a cliente. Tudo para evitar o trauma de fazer algo diferente no cabelo e não se adaptar com a novidade.
Esse profissional do futuro deve ser visagista. Deve saber o que sugerir para determinado formato de rosto, que cortes ficam bons ou os que não para aquele tipo de cabelo. Enfim, um visagista analisa tudo, ouve os desejos da cliente e dá os seus palpites e dicas de como fica melhor.
Robson Trindade é especialista no assunto e professor universitário. Ele ensina aos alunos como analisar caso a caso e dar a melhor avaliação. Só depois disso é que o cabeleireiro entra em ação e coloca em prática suas sugestões aprovadas.
“A pessoa fica mais bonita quando usamos essas técnicas visagistas para realçar essa beleza natural. Não é o corte que tem que ficar bom, é o conjunto todo”, ensina Robson.
Além de lecionar em universidades, Robson dá palestras e está sempre se reciclando com cursos e viagens ao exterior. No Red Door Salon & Spa, seu salão localizado na Vila Nova Conceição, em São Paulo, o ritmo dos profissionais é o mesmo e o atendimento é diferente.
“Estamos planejando para 2013 mudarmos a questão do atendimento, com visagista fazendo consultoria e entregando dossiê inclusive com consultorias especializadas em beleza e imagem”, conta o profissional. Com isso, Robson espera atender melhor cada cliente e continuar com o conceito de revelar beleza e aumentar a auto-estima dos clientes de seu salão.
Serviço
Para mais informações sobre o Red Door Salon & Spa acesse o site www.reddoor.com.br ou ligue para o SAC (11) 3045-5586.

Deixe um comentário


Confira também