Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Terceiro dia de SPFW Inverno 2016

Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Vitorino Campos
Mais uma vez na temporada de Inverno 2016 do SPFW, desta vez com sua marca, Vitorno Campos traz nas roupas uma de suas paixões, os mistérios do espaço sideral. Muitas peças, então, foram feitas pensando na força da gravidade, que vemos especialmente na leveza extrema dos vestidos longos. Uma série de quatro peças inteiramente bordadas à mão com Swarovski representa o universo. 18 mil cristais foram usados para os bordados.
  • Vitorino Campos (Foto: Agência Fotosite)
  • Vitorino Campos (Foto: Agência Fotosite)
Iódice
Em parceria com Waldemar Iódice, Simone Nunes assina a terceira coleção para a marca, dessa vez inspirada pelo cinema. A inspiração, porém, não para aí, e à essa imagem é acrescentada a pegada grunge à la Kurt Cobain, outra referência para o inverno 2016 da Iódice. O resultado são peças que flertam com o estilo marinheiro com listras largas em camisas, tops e saias, arrematadas por uma boina usada de lado por algumas meninas.
  • Iódice (Foto: Agência Fotosite)
  • Iódice (Foto: Agência Fotosite)
Gig Couture
Gig Couture mostrou a força de peças artesanais como tricot. Gina Guerra, direção criativa da marca, criou uma imagem muito contemporânea e fresh ao misturar shapes esportivos com toques dos anos 90, numa silhueta que mesclava o slim e o oversize, na mesma medida em que fazia referência ao art déco nos desenhos gráficos. A brasilidade apareceu em estampas tropicais como a do abacaxi, tanto na coleção feminina como na masculina, a última um lançamento da grife nesta estação
  • Gig Couture (Foto: Agência Fotosite)
  • Gig Couture (Foto: Agência Fotosite)
João Pimenta
O homem de João Pimenta saiu da passarela e ganhou as ruas, as festas chiques, os escritórios mais modernos. Ele ficou mais comercial. O tema desta coleção é a Alfaiataria clássica com diferencial nos detalhes e ícones brasileiros conhecidos reinterpretados. Bordados e jacquards, tanto italianos quanto confeccionados especialmente para o desfile (caso dos tucanos) são especialidades de João Pimenta, que ainda traz ótimas botas e sapatos que fazem este jogo entre o casual e o social, criados pela Westcoast, que já estão à venda
  • João Pimenta (Foto: Agência Fotosite)
  • João Pimenta (Foto: Agência Fotosite)
PatBo
Queridinha das famosas, a PatBo, incorporou uma novidade às peças nesta coleção: as franjas. Inspirada no Vicking nômade, Patrícia Bonaldi fez o rústico a partir do tweed, que remetia a cobertor, que fez lembrar as peles e capas usadas nos ombros pelos povos nômades, o que acabou levando aos vikings. Patricia interpretou a referência dentro do repertório de sua marca, injetando muito glamour e trocando os bordados pelas franjas e cordas.
  • PatBo (Foto: Agência Fotosite)
  • PatBo (Foto: Agência Fotosite)
Ellus

A Ellus quer chegar ao inverno 2016 mais jovem do que nunca. Novamente voltada para as ruas das principais metrópoles do mundo tentando traduzir o estilo jovem e suas mudanças, a marca fez questão de garantir mobilidade e flexibilidade com os tecidos, como malha, neoprene e náilon, mas com um tratamento de luxo junto da seda e outros tecidos de alfaiataria

  • Ellus (Foto: Agência Fotosite)
  • Ellus (Foto: Agência Fotosite)