Gucci Guilty: uma nova fragrância para homens

A Casa Gucci lançou no final do ano passado a fragrância Gucci Guilty, que acabou de ganhar o prêmio de melhor fragrância feminina do mundo, oferecido pelo Fifi Awards, o oscar da perfumaria internacional. Gucci Guilty é um perfume para um iconoclasta que vive a vida em plena aceleração – potente, obstinado e espirituoso.Seu aroma é uma criação ousada e contemporânea.
Agora, Gucci lança a versão masculina, Gucci Guilty Pour Homme, a mais recente fragrância concebida pela Diretora de Criação Frida Giannini.
O Conceito
Gucci leva, como um catalisador, seus icônicos “Gs” entrelaçados, e nos traz um herói que vê este emblema como um incentivo para provocar, desafiar as convenções. Gucci representa uma poderosa mistura de fascínio, emoção e sensualidade. Em Gucci Guilty Pour Homme, este homem reconhece, instintivamente, uma forte representação de si mesmo no aroma.
O Homem
Jovem, sem medo, com um gosto impecável, o usuário de Gucci Guilty Pour Homme é um herói – exalando carisma e um pouco mais de perigo. Sua vida pode estar sob seu controle, mas ele se recusa a exercer qualquer restrição sobre suas paixões. O espírito de hedonismo que ele desencadeia é inebriante. Seu poder reside em saber que o poder é um jogo, e ele está pronto para jogar este jogo ao máximo, quando ele encontra seu par do sexo feminino.
A notável auto-confiança do homem Gucci Guilty lhe permite explorar constantemente novas experiências. Seu inabalável senso de auto-identidade exerce uma força irresistível. Ele sabe o que quer, e ele vai atrás disso com uma determinação obstinada e charme compulsivo. É emocionante ceder aos impulsos de um homem com um magnetismo tão excepcional.
Frida Giannini observa: “Todo mundo está apaixonado pelo homem Gucci Guilty. Ele arrisca, busca emoções, mas sempre permanece sensível aos desejos de uma mulher. Ele personifica esses desejos. Os homens anseiam por ser ele e as mulheres para serem dele”.
A Fragrância
Gucci Guilty Pour Homme é um fougère intenso, individual e contemporâneo, que provoca assim como seduz. O aroma agarra, segura os sentidos, com um coquetel inebriante do revigorante limão italiano e a tangerina com suas folhas verdes – evocando a seiva – e um ímpeto desafiador da pimenta rosa.
Os temas centrais convencem como um convite sussurrado. O frescor herbal da lavanda em torno de uma nota afrodisíaca de cardamomo – ao mesmo tempo estimulante e arrebatador – em uma inesperada base de flor de laranjeira e neroli.
O patchouli, que é a marca registrada de todos os perfumes Gucci, é casado com a madeira de cedro e o sândalo, brilhando como âmbar, para criar uma sensualidade terrestre, mas sugestivamente exótica e de uma masculinidade profunda. O efeito é notável e, ao mesmo tempo, intransigentemente sedutor.
A Campanha
O conjunto que Frida Giannini reuniu para contar a história da Gucci Guilty terá um apelo irresistível para uma geração de homens jovens modernos. Uma combinação sem precedente de tecnologia de ponto e criatividade.
O galã de Hollywood, ChrisEvans, arde em chamas no papel do herói Gucci Guilty. “Chris foi uma revelação total”, comenta Giannini. “Sua aparência é hipnótica, e ele tem uma presença incrivelmente poderosa na frente da câmera. Em alguns breves momentos, ele cria um personagem inesquecível.”
A hipnotizante co-estrela de Evans é Evan Rachel Wood, um dos maiores talentos de sua geração. Giannini está muito animada: “Evan Rachel Wood é uma atriz muito talentosa e bonita.Sempre admirei a sua confiança e habilidade para transformar-se.”
A química entre os atores é palpável. Sua história se desenrola ao som do Depeche Mode “Strange Love”, dando uma nova interpretação à fragrância Gucci Guilty Pour Homme, pelo aclamado músico britânico Natasha Khan, vocalista da banda Bat for Lashes.
Os renomados fotógrafos da moda Mert & Marcus são responsáveis ​​pela propaganda impressa – imagens sensuais assumidas que serão gravadas nas mentes de uma geração.

Deixe um comentário


Confira também