Desfile Rosa Chá SPFW Verão 2010/2011

Por André Rodrigues

Inspirada no universo das danças de salão, a grife Rosa Chá surpreende com uma coleção pronta para um verão que existe muito além das enseadas. Depois de dezessete anos dedicados pura e exclusivamente ao beachwear de raiz, a marca, que agora atende aos comandos de Alexandre Herchcovitch, ganha toda uma nova dimensão que começou a ser explorada em janeiro deste ano quando a grife apresentou seu inverno 2010.

Agora, para o verão 2011, a coisa muda um pouco de figura: com foco extremo na estruturação das peças, Herchcovitch anuncia novos caminhos para a Rosa Chá, primeiro com maiôs corsetados em tons nude cheios de canutilhos metalizados/espelhados, que vão ganhando contraposições de sedas pretas e formando silhuetas gráficas até que a estampa da folhagem de tinhorão (popular “coração-de-Jesus) entra em cena aos poucos, chegando a dominar completamente o maiô de Bruna Tenório.

A coleção dá uma pequena amostra da amplitude de ofertas que vai chegar às lojas: biquínis de vários tamanhos e modelagens, maiôs acompanhados por minissaias que os transformam em vestidinhos, hotpants e tops que desembocam num simplesmente demais saião desfilado pela top Drielly Oliveira.

Herchcovitch interrompe essa etapa tropicalíssima do desfile para introduzir uma nova estampa, sem transição. A padronagem agora é quadriculada em vermelho, azul e branco, num vestido super longo com top tipo camisa sem mangas e barra mega fluída. Na sequência, o estilista dá início a um estudo de alfaiataria que poderia estar em qualquer coleção de prêt-à-porter até que, de novo, pisa no acelerador sem aviso prévio: a estampa muda para uma padronagem novamente tropical, cheia de pássaros multicoloridos sobre um fundo turquesa que prevalece apesar do clash de cores. Neste momento, as modelagens retomam o início do desfile, voltam a ser maiôs e mini vestidos. No final, o resumo da ópera vem no compasso de Laís Ribeiro, com um vestidão tomara-que-caia todo estampado, de cauda fluida em seda pura. Agora não tem mais volta: a Rosa Chá é sua, Herchcovitch.

Direção de desfile: Zee Nunes
Styling: Maurício Ianês
Hair: Robert Estevão
Make up: Equipe M.A.C.
Trilha sonora: Stop Play Moon (live)

Deixe um comentário


Confira também