Barbear sem machucar

Ousados, discretos ou desarrumados, independente do estilo, todos os homens são artistas na hora de fazer a barba, e não é por conta das caretas e manobras com a lâmina em frente ao espelho. Há uma série de irregularidades na pele que torna ainda mais difícil a precisão e perfeição da obra: irritações, espinhas, foliculites, ou até mesmo a força certa utilizada são obstáculos para eles, de acordo com a dermatologista Kátia Lutfi. Para escapar dos curativos, é preciso se informar sobre as melhores maneiras de “salvar sua pele”.
Segundo a dermatologista, “o melhor é se barbear durante ou logo após o banho, nunca a seco. Lavar o rosto com água morna ajuda a deixar a pele mais amolecida e é indicado usar um sabonete específico para o tipo de pele, isso contribui para limpeza e hidratação”, comenta. Sandra Caserta, da Manner for Men, acrescenta: “o sabonete apropriado mantém a pele bonita e saudável, pois ajuda na desobstrução dos poros e elimina o excesso de oleosidade”.
Entre dicas e produtos indicados pela dermatologista para tornar o barbear melhor, estão as espumas de barbear e os pós barba com componentes calmante, de preferência sem álcool e hipoalergênico. A espuma para barbear é essencial, pois além de deixar a pele mais macia, facilita no deslizar da lâmina, já a loção pós-barba, tem ação refrescante, cicatrizante e é indispensável para quem tem pele sensível e com acne, pois alivia a irritação.

É importante barbear-se devagar, sem pressionar a lâmina sobre a pele e não passar no sentido contrário, isso evita cortes, irritações e o surgimento de pelos encravados. Além disso, Sandra lembra os cuidados com a higiene da lâmina: “trocá-la com regularidade para não favorecer infecções na pele”. E Kátia finaliza que tomando estes cuidados o homem terá um barbear mais livre de irritações.
Veja no quadro abaixo o passo-a-passo para garantir um barbear eficaz:

Deixe um comentário


Confira também