Acertando a combinação de gravatas e camisas

Por Alessandra Sabbag
Quem trabalha com roupa social ou gosta de se produzir com roupas mais elegantes sempre fica em dúvida sobre como combinar a gravata com a camisa. Uma dúvida que pode atrasar qualquer homem na hora de sair para o compromisso! Afinal, cuidar do visual é superimportante e hoje em dia há um consenso que a aparência conta, e muito, na reputação de um bom profissional.
Segundo a consultora de moda Fernanda S, da grife Remo Fenut, não há como negar que quem se veste bem, será sempre bem recebido, terá mais facilidade em reuniões, apresentações, fechamento de novos negócios, seleções de emprego e até mesmo na hora de conquistar uma namorada. Quando a pessoa erra nos acessórios ou na roupa, o efeito pode ser justamente o contrário, pois poderá chamar mais atenção do que realmente deveria. Algumas combinações podem ser ‘gritantes’ demais, ou mesmo ‘brega’.
Por isso, é necessário tomar alguns cuidados, como evitar cores berrantes, xadrez exagerado, camisas curtas no punho, calças curtas nos tornozelos e roupas de tamanho menor ou maior do que o manequim real da pessoa. O exagero de acessórios ou cores desconectadas também estraga qualquer visual. “Os homens devem tomar cuidado, para não comparecer a eventos sociais, por exemplo, com roupas muito coloridas.”, aconselha Fernanda.
Há algumas regrinhas básicas que ajudam nas combinações de camisas e gravatas:
Camisa branca: é sempre uma peça-coringa do guarda-roupa masculino. Elas caem muito bem com todos os tipos de gravatas e aceitam diferentes combinações.
Camisa azul: com essa cor é possível seguir a regra da camisa branca, especialmente as mais claras. Boa para quer gosta de variar no dia a dia.
Camisa listrada: é necessário ter mais cuidado na escolha da gravata, pois requerem atenção tanto com a largura das listras, quanto com as cores.
Camisa com quadriculado pequeno: peças assim caem melhor com fundo neutro como branco e azul para ocasiões mais formais.
É importante evite camisas com xadrez (tipo escocês) porque são bem mais difíceis de combinar. “A regra básica para combinar o visual com o terno, caso vá utilizá-lo, continua sendo a harmonia de cores com a camisa, mesmo que elas tenham padronagens ou texturas. Se a gravata tiver textura ou cor, ela pode ser usada com terno risca-de-giz, mas não use com camisas estampadas. Com exceção das camisas com listra ou quadriculados discretos, que ficam bem com gravatas de poás.”, aconselha a consultora de moda da Remo Fenut.
As gravatas podem ser as tradicionais ou as mais finas, e se quiser poderá dispensar os prendedores, ainda que seja um clássico dos guarda-roupas. “Fique atento à altura correta da gravata que deve ser até o começo da fivela do cinto. Para o nó da gravata, faça o que sabe melhor, considerando que o colarinho italiano precisa ser preenchido. “, alerta Fernanda.
Uma boa dica é prestar bastante atenção nos desfiles de moda clássica masculina que passam na televisão ou em fotos de revistas. “Fabricamos roupas para todos os estilos de homens, sempre antenados com tendências internacionais, trazidas para a realidade brasileira.”, destaca a consultora da Remo Fenut. Observe também os jornalistas e repórteres dos telejornais, que costumam se vestir bem e normalmente contam com consultores de moda na própria emissora, pois da roupa deles depende a credibilidade da notícia.
O mais importante é manter-se informado sobre os padrões e as novidades, sem deixar é claro de assumir seu gosto pessoal e desenvolver um estilo próprio e para isto a grife Remo Fenut apostou em muitas opções de camisas em tons e modelos diferenciados. Além das camisas, ainda possui diversas calças e bermudas de diferentes tipos e estilos.

Deixe um comentário


Confira também