Rubens Szpilman revisita Baby Boom Americano em lavatório par banheiro

A atmosfera retrô, recorrente no décor, também marca presença nas salas de banho. O artista plástico e designer Rubens Szpilman, referência internacional na criação de peças em resina, buscou nos anos 50 a inspiração para a sua coleção 2012. A releitura contemporânea da estética dos grandes lavatórios, objeto de desejo na década de 50 nos EUA, foi o mote para as criações. Lançados originalmente pela American Standart, esses enormes lavatórios fizeram muito sucesso e marcaram época. Eles visavam acompanhar o crescimento das famílias norte-americanas após a 2ª grande guerra, período conhecido como “Baby Boom”. Este design ficou muito associado à cor pink, super moderna para a época e muito desejada pelas americanas da grande classe média que se iniciava, tendo como exemplo a primeira dama, conhecida como “Mamie Eisenhower” ou ” Mamie Pink “.
Confira os lançamentos:
Lavatório 1950 Holly
Uma volta ao glamour da Hollywood dos anos 50 com uma visão mais feminina e romântica.
Cuba monobloco em resina de poliéster pigmentada.
Suporte executado com tubos redondos e peças torneadas em aço inox polido.
Dispõe de uma saboneteira removível, também em resina. Sua base conta com furações, que escoam a água em direção da válvula do lavatório.
Conta com ajuste de altura nos pés.

Deixe um comentário


Confira também