Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Carla Dichy ensina como usar cores fortes na decoração

Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
As cores de uma casa podem revelar a personalidade de quem vive ali. Os móveis e as pinturas das paredes são usados para alegrar ou até mesmo criar uma atmosfera de bem-estar em um ambiente. Em quartos de bebê, por exemplo, opte por cores neutras e claras como os tons de azuis e violetas, que normalmente tranquilizam.
Para não errar no uso de cores vibrantes como vermelho, amarelo e laranja, o ideal é dosar e criar uma harmonia no ambiente. “O melhor é sempre não exagerar, tentar usar cores complementares ou nuances do mesmo tom” explica Carla Dichy.
Outro erro bem comum é o medo de errar. “Muitas vezes por medo de errar escolhemos cores muito claras e pálidas que acabam ficando sem graça e deixando o espaço morto. Se quiser usar cor use pra valer. Sugiro sempre olhar varias opções de tons da mesma cor e se possível até fazer testes na parede para se certificar de quais dos tons e mais adequado, existem latinhas pequenas de tinta para teste” finaliza a arquiteta.
Na sala de estar Carla Dichy colocou almofadas
vermelhas para contrastar com o neutro dos móveis

No quarto do menino a arquiteta usou cores em tons
pasteis para alegrar e acalmar o ambiente

A mistura de tons de lilás das paredes e das almofadas
revela o ambiente delicado que abriga uma menina