Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

SALÃO DO IMÓVEL: EBM LEVA PLANO DE SEGURANÇA PARA COMPRA

Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
O público do Salão do Imóvel de Goiás, que começou nesta quarta-feira e vai até domingo no Deck do Flamboyant Shopping Center, vai encontrar no estande da EBM uma série de facilidades na compra do seu imóvel. Trata-se da campanha Imóvel Blindado EBM, um plano de segurança para quem quer investir agora. A empresa está oferecendo cinco garantias para proteger o investimento do cliente: blindagem contra o desemprego, contra a desvalorização, contra a inflação, contra mudança de planos e contra a falta de crédito.
A blindagem contra o desemprego garante ao cliente até seis meses sem pagar as prestações. Contra a desvalorização, a empresa dá desconto no saldo devedor caso anuncie imóvel por preço menor do que foi pago, para provar que em Goiânia o mercado imobiliário é um excelente negócio. Contra a inflação, a empresa oferece parcelas mensais fixas com taxa zero, sem correções durante a obra. Contra a falta de crédito, a EBM disponibiliza financiamento direto em até 120 meses, o crédito é garantido ou o dinheiro é devolvido. E, a blindagem contra mudança de planos, aproveita 100% do crédito pago à incorporadora para compra de outro empreendimento, menor ou maior.
A campanha contempla todos os empreendimentos EBM. São mais de 10 produtos, de apartamentos a salas comerciais e hotéis, nas áreas mais valorizadas de Goiânia. Na visão do diretor comercial da EBM, Rodrigo Meirelles, o momento é de estimular o mercado, não de reduzir preços, visto que Goiânia já tem um dos menores preços médios do metro quadrado de todo o Brasil entre as 20 cidades analisadas pelo FipeZap, e muito abaixo da média nacional, que é de R$ 7.608.
Conforme a Análise Semestral do Mercado Imobiliário de Goiânia e Região Metropolitana, realizada pela Ademi-GO, o estoque de imóveis diminuiu 11,65% nos últimos 18 meses e o Valor Global de Vendas (VGV) neste primeiro semestre, em comparação com o mesmo período do ano passado, subiu 1,47%. Para o diretor de Pesquisas da Ademi-GO e diretor de Incorporação da EBM, Fernando Razuk, os dados demonstram que o mercado imobiliário em Goiânia continua em ascensão e que a crise econômica não está inviabilizando investimentos, pois as vendas continuam ocorrendo praticamente no mesmo ritmo do ano passado. “O investimento em imóveis continua um bom negócio”, afirma.