Lançamento do Programa Nova Semarh

A Secretaria do Meio Ambiente e dos Recursos Hisdricos lança nesta sexta-feira, dia 3 de junho, a partir das 10h30, no Centro Cultural Oscar Niemeyer, o Programa Nova Semarh, um pacote de ações voltadas exclusivamente para a preservação ambiental e atendimento ao cidadão.
As ações são divididas em três pilares: Gestão Transparente e Eficiente, Desenvolvimento Sustentável e Educação Ambiental, cada uma com um enfoque específico. A Gestão Transparente objetiva dar celeridade, transparência e eficiência aos serviços prestados pela Semarh, como ocorre com o licenciamento ambiental, outorga de uso da água, licença de pesca, fiscalização contra crimes ambientais e outros. Para isso, uma série de medidas administrativas já tem surtido efeito, a exemplo do Disque Denúncia Ambiental (08006462112), um grande aliado no combate ao desmatamento, caça e pesca ilegais.
O Desenvolvimento Sustentável reúne ações de preservação ambiental, como a ampliação do número e da área dos parques estaduais, além de investimentos na manutenção e combate ao fogo dentro dessas áreas. A Semarh também tem aumentado o número de comitês de Bacias Hidrográficas, grupos compostos pelo poder público e sociedade civil organizada para criar políticas de preservação e exploração desses rios.
Todavia, o maior programa sob coordenação da Semarh é o Compensar Ambiental. Uma ação concreta de todo o Governo de Goiás para reduzir os impactos ambientais causados pelas atividades governamentais. O objetivo é transformar todo este impacto em investimentos diretos na preservação do meio ambiente. Estão em andamento os cálculos do volume de gases tóxicos despejados na atmosfera por veículos do Governo, o volume de resíduos sólidos produzidos, de recursos hídricos e de energia elétrica consumidos em todas as secretarias, agências, escolas, batalhões e onde mais houver um servidor público estadual. Estes cálculos vão apresentar a demanda de ações compensatórias, que vão desde o plantio direto de árvores à criação de unidades de conservação.
O Compensar Ambiental vai atingir diretamente um enorme número de pessoas. Se somarmos todos os servidores estaduais e todos os estudantes da rede estadual, chegamos a cerca de 900 mil pessoas que estarão pensando ambientalmente.
A educação ambiental ganhou um novo incentivo. Projetos como o Araguaia o Ano Inteiro, o Fórum de Debates Ambientais do Fica, o Sompósio Ambientalista do Cerrado, e a Agenda Ambiental do Servidor são apenas alguns exemplos de que a preservação do meio ambiente passa, necessariamente, pela educação ambiental.
Fonte: Semarh

Deixe um comentário


Confira também