Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Kurt Rudolf vence no brasileiro de Supermoto

Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Kurt Rudolf Feichtenberger- Motobel-Honda IMS
O piloto Goiano de Motocross foi destaque da abertura do Campeonato Brasileiro de Supermoto disputada neste final de semana em Goiânia-GO onde venceu as duas baterias da SM2 e fez um quarto e quinto na categoria SM1.
As duas categorias tiveram largada em conjunto e classificação separada, nos treinos classificatórios de sábado já havia conquistado a pole na SM2 (250cc) e a sexta posição na SM1 que é disputada com motos até 450cc.
No domingo venceu as duas baterias da SM2 e como estava inscrito também na SM1 porem com moto de 250cc fez um quarto lugar na primeira bateria e um quinto na segunda bateria, contra motos que além de serem de maior potencia ainda são especialmente preparadas para a Supermoto, com vários equipamentos especiais como suspensões, embreagens, freios, etc, que lhes dão vantagens principalmente na saída de curvas e retas, mas estas desvantagens têm que ser compensadas por uma pilotagem mais agressiva e arriscada, conforme declarou Kurt Rudolf.
Vale salientar que a ultima vez que o piloto andou de Supermoto foi em agosto do ano passado durante a disputa da segunda etapa do Brasileiro de Supermoto que liderava após também ter vencido a etapa de abertura, após um intervalo de mais de dez meses veio a andar de Supermoto apenas nos treinos de sábado, tendo que se readaptar a uma pilotagem da Supermoto, diferente das três provas de Motocross que disputou desde seu retorno em março, após mais de oito meses sem andar de moto.
E para valorizar as vitorias deste final de semana o piloto teve que superar as dores de duas pancadas que sofreu durante os treinos de sábado ao bater em um pneu demarcatório da pista e também na zebra da pista do autódromo que normalmente não é problema, mas o sentido inverso da pista de Supermoto faz com que os degraus desta zebra fiquem ao contrario, dando um forte tranco na perna de quem a toca.
E no domingo, logo no inicio da segunda bateria um concorrente que ia à sua frente passou por sobre um dos pneus demarcatórios das chicanes e o jogou para traz e para não cair Kurt Rudolf teve que bater com muita força o pé para não sofrer uma queda, justamente o pé do lado direito que já havia feito uma cirurgia de ligamento anterior cruzado no joelho, causando uma intensa dor que teve que suportar durante a prova, nesta segunda feira teve que fazer uma punção para retirada de liquido no joelho e também terá que se submeter nesta terça feira à uma ressonância magnética e outros exames, pois há suspeita de lesões no menisco e nos ligamentos
“Tenho a preocupação de retornar o mais cedo possível, pois estou no caminho de readquirir a forma em que me encontrava antes do acidente do ano passado, o apoio que tenho recebido por parte de meus patrocinadores Vulcano Energy Drink / Motobel-Honda / IMS tem sido muito importante, pois tenho que me preocupar apenas com a pilotagem” completou Kurt.