Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Grá Bistrô, do chef Ian Baiocchi, funcionará definitivamente no complexo Órion

Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp

Assinado por Leo Romano, o restaurante agora tem endereço fixo e vista 360º da cidade (Foto: Jomar Bragança)

Montado especialmente para ser o restaurante oficial da última edição da Casa Cor Goiás, O Grá Bistrô, restaurante do chef Ian Baiocchi, passa a funcionar em definitivo, a partir dessa sexta-feira (22), nos 48º e 50º andares do Órion Business & Health Complex, de terça-feira a sábado, a partir das 19h30.

Além do menu com influência da cozinha francesa e assinado pelo melhor chef de Goiânia, segundo a Revista Veja Comer & Beber, outra grande atração do estabelecimento será a vista em 360º do estabelecimento, que ficará próximo aos 190 metros de altura.

O restaurante, propriamente dito, ficará no 48º andar e dois pavimentos acima, no 50º andar, funcionará uma coquetelaria, mesmo espaço que abrigou o Cielo Bar, bem próximo ao ponto mais alto do empreendimento, o heliponto. A ideia do restaurante nas alturas é valorizar a vista e fazer com que o Grá Bistrô tenha a atmosfera dos restaurantes “Top floors” mais famosos do mundo, segundo Frank Campos, incorporador a frente do Complexo Órion. “Importantes empreendimentos em metrópoles como São Paulo, Frankfurt, Nova Iorque, Chicago reservam os últimos andares para restaurantes panorâmicos e mirantes e se tornam locais cobiçados por turistas. A ideia é trazer este conceito para Goiânia também”, ressalta Frank.

Inspirados em ambientes cosmopolitas, o restaurante tem projeto arquitetônico assinado pelo arquiteto e artista plástico Leo Romano.  Já a coquetelaria, no 50º andar, tem projeto de interiores de Fabíola Naoum e Wilker Godoi.

O nome escolhido para o local é uma representação da pronúncia regionalizada “grás”, que significa gordura em francês. A designação faz referência aos três famosos segredos da cozinha francesa, popularizada pela dramaturgia hollywoodiana, que basicamente são “manteiga, manteiga e manteiga”.

A coquetelaria, no 50º andar, tem projeto de interiores de Fabíola Naoum e Wilker Godoi (Foto: Jomar Bragança)