Goiânia recebe 3ª edição do Comida di Buteco

<p>Um dos principais concursos culinários do país, que acontece em 11 cidades de cinco estados brasileiros, será realizado em Goiânia entre os dias 28 de maio e 27 de junho.  Trata-se da 3ª edição do Comida di Buteco, que tem em sua filosofia, o compromisso de valorizar e resgatar a culinária de raiz, além de investir num roteiro de charme para que o goianiense prestigie 31 bares tradicionais em contraposição a locais sofisticados da cidade. </P>
<p>Segundo os organizadores desta edição, os empresários Rodrigo Dias Gobbo e Marco Antônio de Melo Oliveira, este ano, os estabelecimentos serão novamente avaliados em quesitos que contribuam para melhorar o padrão de qualidade do bar. “O Comida di Buteco tem como objetivo fomentar pequenos negócios familiares e apresentar ao goianiense como esses bares estão inseridos na história cultural da cidade. Por isso, o concurso prevê a premiação do melhor petisco à temperatura da bebida, do atendimento e higiene do local até a forma de apresentação do tira-gosto”, explicam.</P>
<p>Ao final do evento, acontecerá “A Saideira”, festa de premiação dos bares vencedores. A ação será realizada no dia 3 de julho, na sede da SGPA – Sociedade Goiana de Pecuária e Agricultura no Setor Nova Vila e deve receber cerca de quatro mil pessoas. “Em toda mesa de bar, por melhor que estejam o tira-gosto e a cerveja, sempre chega a hora da saideira. Com o Comida di Buteco não poderia ser diferente. Teremos a nossa Saideira e uma programação com  shows para animar o evento e claro, os botecos marcando presença, servindo os melhores tira-gostos”, comemora o empresário Marco Antônio de Melo Oliveira.</P>
<p><B>Crescimento em 2010</B></P>
<p>O evento chega a sua terceira edição consolidado entre os mais importantes do calendário gastronômico e turístico da capital. Os números comprovam. Para garantir uma movimentação cada vez maior de clientes, serão investidos em 2010 cerca de R$ 350 mil. A expectativa é de que 100 mil pessoas visitem os bares, gerando um crescimento de 30% em relação à edição anterior. No ano passado foram consumidos aproximadamente 12.700 tira-gostos no período, o que permite estimar uma movimentação em vendas superior a R$ 1,5 milhão para 2010. </P>
<p>Para garantir a superação de metas, uma extensa cadeia de profissionais será acionada. Cerca de 150 pessoas, entre coordenação, produção, técnicos, proprietários dos bares, garçons, assistentes e supervisores de rota estarão envolvidos no projeto.  Um dos diferenciais desta edição é o investimento numa parceria com a Câmara de Dirigentes Lojistas – CDL, onde serão promovidos dois cursos para garçons e proprietários dos bares. Entre os conteúdos a serem ministrados estão capacitação, aprimoramento do atendimento, motivação e qualidade na gestão.</P>
<p><span><STRONG>Números da 3ª edição do Comida di Buteco</STRONG></SPAN><span><BR>Período: 28 de maio a 27 de junho<BR>Bares participantes: 31<BR>Estimativa de crescimento para 2010: meta de 30% em relação ao mesmo período da edição anterior, em todos os quesitos. <BR>Valor do investimento 2009: R$ 230 mil.<BR>Valor do investimento 2010: R$ 350 mil.<BR>Movimentação em vendas 2010: superior a R$ 1,5 milhão.<BR>Público visitante: 100 mil pessoas.<BR>Público votante 2009: aproximadamente 17 mil votos no ano passado.<BR>Público votante em 2010: a expectativa é receber 20 mil votos e/ou crescimento de 30%.<BR><span>Número de profissionais envolvidos: 250 colaboradores (coordenação, produção, técnicos, proprietários dos bares, garçons, assistentes, supervisores de rota).<BR></SPAN>Total de empresas parceiras: mais de 50 (sendo 31 botecos e 22 patrocinadores / apoiadores).<BR>Total de botecos concorrentes: 31 bares participam diretamente do circuito.<BR>Saideira (festa de premiação): 4 mil pessoas.<BR>Total de tira-gostos consumidos no evento em 2009: 12.700 tira-gostos no período.<BR>Expectativa de tira-gostos a serem consumidos em 2010: mais de 15 mil tira-gostos no período.<BR>Patrocinadores: AmBev – Cervejaria Bohemia, Unilever – Hellman´s, Pepsico – Dotiros e Coqueiro, Trip Linhas Áreas, Souza Cruz, Cachaça Vale Verde, Novo Mundo, Rádio Executiva, ServBon – Kibon, Nokia, Renauto e Câmara de Dirigentes Lojistas de Goiânia.<BR line-break"></SPAN></P>
<p><STRONG>Como acontece o Comida di Buteco</STRONG></P>
<p>O Comida di Buteco elegerá, entre todos os botecos participantes do concurso, os cinco que obtiverem as melhores médias na avaliação dos seguintes requisitos:</P>
<p>1º Melhor tira-gosto (Peso 70%); 2º Melhor atendimento (Peso 10%); 3º Melhor higiene do local (Peso 10%); 4º Melhor temperatura da bebida (Peso 10%).</P>
<p><B>Como Votar</B></P>
<p>Durante os dias de duração do Comida di Buteco, o público e uma comissão de jurados votam, levando em conta os critérios de disputa. A votação acontece nos próprios bares participantes. Para votar, o cliente deve experimentar o tira-gosto inscrito, preencher uma cédula e depositá-la em uma urna instalada no local. Qualquer pessoa está apta a votar, mas somente pode votar uma vez em cada boteco. Para o voto ser validado, todas as perguntas devem estar preenchidas, sem rasuras ou emendas.</P>
<p><B>Os Ganhadores</B></P>
<p>São considerados ganhadores os bares melhor votados pela comissão de jurados e pelo voto popular, com pesos iguais, de 50% para cada um. A apuração dos votos é feita pelo Instituto de Pesquisas Vox Populi. A avaliação é qualitativa e não quantitativa, portanto, não depende do número de pessoas que votaram, mas sim da média aritmética dos votos válidos recebidos.</P>
<p>Serão premiados com troféus os cinco primeiros botecos com a melhor média de notas em todas as categorias, sendo que o peso do tira-gosto é 70%, atendimento 10%, higiene 10% e temperatura da bebida 10%. Os demais botecos receberão um registro de participação no concurso. Caso haja empate entre dois ou mais botecos, eles receberão conjuntamente a premiação prevista. Os resultados serão divulgados pelo Instituto Vox Populi durante a festa Saideira, que acontece no dia 3 de julho, que encerra o concurso.</P>
<p><B>Bares Participantes em 2010</B></P>
<p>A escolha dos botecos participantes é feita pela comissão organizadora do Comida Di Buteco, com base em vários critérios, incluindo a qualidade do cardápio, o envolvimento do dono, o ambiente e a higiene do local. Além disso, o público indicou nas edições anteriores seus botecos preferidos, que foram visitados e avaliados por uma comissão.</P>
<p><B>Histórico</B></P>
<p>A história do Comida di Buteco começa em 1999, quando Eduardo Maya – então produtor e apresentador do programa “Momento Gourmet”, da extinta Rádio Geraes FM – apresentou à emissora a proposta de um concurso que elegesse o melhor tira-gosto de boteco de Belo Horizonte. A ideia logo ganhou a adesão de João Guimarães – proprietário da emissora – e de Maria Eulália Araújo – diretora-executiva da rádio – que, imediatamente, sugeriu o nome do evento.</P>
<p>A primeira edição aconteceu no ano seguinte (2000), em Belo Horizonte, com apenas 10 botecos participantes. O resultado foi melhor que o esperado, com sucesso de público e crítica. A cada ano, mais e mais pessoas se envolviam no concurso, transformando o Comida di Buteco em referência nacional. Em 2008, o concurso entrou no conceituado Guia 4 Rodas (Editora Abril) e passou a ser realizado em diversas cidades do interior de Minas Gerais e em outros estados. Neste ano também, dois novos sócios se uniram ao projeto: Ronaldo Perri e Flávia Rocha, com a missão de expandir o conceito a outras praças. </P>
<p>Os números atuais do Comida di Buteco impressionam. O evento está presente em 11 cidades e, só em Belo Horizonte, o público participante é de cerca de 800 mil pessoas por edição, com mais de 164 mil votos nos pratos participantes (Vox Populi / 2009). A festa "A Saideira" – que tradicionalmente marca o encerramento e a premiação dos bares participantes – se tornou um dos eventos mais esperados da cidade e recebe mais de 40 mil botequeiros nos dias em que é realizado. </P>
<p>Em Goiânia, o Comida di Buteco foi realizado pela primeira vez em 2008. Já participaram do evento 47 botecos, que receberam aproximadamente 25 mil votos (Em 2009, foram 17 mil votos). A cada edição, o público participante é de cerca de 100 mil pessoas. A Saideira recebeu 3.700 visitantes nas duas edições anteriores. Para este ano, espera-se um crescimento de 60% de público na tradicional festa de encerramento do evento.</P>
<p>Em 2010, a Free Produções, idealizadora do Comida di Buteco escolheu os empresários Rodrigo Dias Gobbo e Marco Antônio de Melo Oliveira para criarem inovações para o evento, agregar parcerias com empresários locais, e valorizar sobretudo, a identidade gastronômica e turística de Goiânia. </P>
<p>A cada ano, o Comida di Buteco tem atraído conceituadas empresas interessadas em apoiar o evento. Nesta edição, a AmBev – Cervejaria Bohemia, a Unilever – HellmanÂ’s , Pepsico,  Doritos e Coqueiro, Trip Linhas Áreas, Nokia, Souza Cruz e Cachaça Vale Verde realizarão diferentes ações promocionais. A Novo Mundo, ServBon – Kibom, Renauto, Câmara de Dirigentes Lojistas de Goiânia e Rádio Executiva da Organização Jaime Câmara também apoiarão o evento.</P>
<p><B>Currículos</B></P>
<p><B>Maria Eulália Araújo – </B>37 anos, natural de Belo Horizonte</P>
<p>Formação: Graduada em Relações Públicas pela PUC-MG<BR>:: MBA Executivo em Marketing pela ESPM <BR>:: Formação em História da Arte e da Cultura / UFMG</P>
<p>Na Empresa: Responsável pela comunicação do evento, relacionamento com órgãos públicos, Coordenação da “Saideira” (festa de premiação), dentre outras atividades.</P>
<p><B>Eduardo Maya – </B>51 anos, natural do Rio de Janeiro Formação:Matemático por formação e gastrônomo autodidata .Na Empresa: Realiza pesquisa de bares, avaliação gastronômica dos estabelecimentos, relacionamento com bares, dentre outras atividades. </P>
<p><B>Flávia Rocha – </B>40 anos, natural de Belo Horizonte Formação: Graduação em Administração de Empresas pela PUC-MG :: Especialização em Marketing pela FGV / SP<BR>:: MBA IBMEC / SP. Na Empresa: Implementação dos concursos, definição de processos, garantia de resultados aos patrocinadores, dentre outras atividades. </P>
<p><B>Ronaldo Perri – </B>43 anos, natural de Belo Horizonte Formação: <span> </SPAN>Graduação em Administração de Empresas pela PUC/MG :: Especialização em Marketing pela UFMG. Na Empresa: Responsável pela administração geral e financeira da empresa, dentre outras atividades.</P>
<p><B>Marco Antônio de Melo Oliveira – </B>32 anos, natural de Goiânia. Formação: Graduação em Administração de Empresas pela PUC/GO :: Especializando em Finanças e Controladoria – FGV/ESUP-GO. Na Empresa: Responsável pela coordenação local, supervisão financeira da empresa, produção, dentre outras atividades.</P>
<p><B> Rodrigo Dia Gobbo – </B> 34 anos, natural de Goiânia. Formação: Graduação em Administração de Empresas pela PUC/GO :: Especializando em Gestão Empresarial – FGV/ESUP-GO. Na Empresa: Responsável pela coordenação local, captacão, produção, dentre outras atividades.</P>

Deixe um comentário


Confira também