Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Delícias refrescantes

Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp

Os drinques são verdadeiros ícones de status e elegância. Nos anos 60, tal imagem ficou imortalizada na pele do agente secreto James Bond e seu indefectível Dry Martini. Nos anos 90, as garotas do seriado Sex and The City lançaram moda no mundo inteiro com o moderno Cosmopolitan.
Na novela global Cobras & Lagartos, os coquetéis também têm presença garantida. A atriz Marília Pêra, que interpreta a impagável Milu, não desgruda de seu Long Island Iced Tea, enquanto a personagem Ellen, vivida por Taís Araújo, brinda seus sucessos e insucessos com o seu adorado Kir Royal.

Os coquetéis são mesmo indispensáveis. Coloridos, exóticos ou eróticos, com álcool ou sem álcool, eles combinam com tudo. Incrementam as quatro estações do ano, sobretudo o verão, quando o sol escaldante e as noites calientes os fazem presença indispensável.
A idéia é usar e abusar dos sucos tropicais de abacaxi, laranja e maracujá, bem como de ingredientes como água com gás e refrigerante de limão. A dica é dos bartenders Rudson Zia, proprietário de uma empresa que anima eventos, e Willian Vieira, sócio de uma academia que promove cursos nesta área.
Eles comentam que o Sex On The Beach, que leva vodka, licor de pêssego, suco de laranja e grenadine, deve continuar entre os drinques preferidos durante o verão. Outro muito apreciado em reuniões sociais é o Piña Colada. Mas para os que não querem briga com a balança, os profissionais recomendam ter cautela, já que ele integra a lista dos mais calóricos.
Rudson Zia sugere temperar as festas de final de ano com coquetéis mais elaborados. “O ideal é servir um Welcome Drink, que é um short drink sem gelo com a finalidade de abrir o apetite, a exemplo do Vulcão e do Merry Christmas; seguido de um Long Drink durante a ceia; e de um After Dinner, que é uma bebida amarga que facilita a digestão”, diz.
Bartender

A carreira de bartender foi popularizada, no final dos anos 80, com o filme Cocktail, estrelado por Tom Cruise. Diferentemente do que mostra o longa-metragem, o preparo de coquetéis é uma arte bem complexa. Para ser um profissional da área é necessário ter técnica e muita prática. O curso básico de bartender, da academia coordenada por Willian Vieira, com duração de um mês e meio, é divido em: coquetelaria e flair (malabares).

Em coquetelaria, é possível aprender mixologia, ou seja, o segredo da mistura de quantidades e produtos. O bartender Rudson Zia ensina que não é aconselhável combinar bebidas destiladas com fermentadas, pois esse tipo de drinque pode causar mal-estar e acidez no estômago. Outro mix indesejável, de acordo com ele, é o cremoso com o gaseificado.

Por outro lado, o bartender Willian Vieira comenta que não existe verdade absoluta neste ramo. “Há duas linhas de trabalho: a clássica, de origem européia, e a moderna (freestyle), que é a norte-americana. A clássica não aceita mais de cinco ingredientes, sendo no máximo dois destilados, em uma mesma composição. Já a moderna é mais flexível, usando misturas inusitadas com três ou mais destilados”, conceitua.

A elaboração dos drinques depende muito da criatividade do profissional. Atualmente é comum encontrar composições exóticas que levam café, pimenta, flores comestíveis e por aí vai. Nessa linha existem ainda os coquetéis de entretenimento, chamados de eróticos. Um exemplo é o Blow Job, que é uma bebida adocicada em cor leitosa que leva chantilly e cereja. “A pessoa deve degustá-lo sem usar as mãos”, explica Willian Vieira.

O visual do coquetel também é de suma importância. É possível trabalhar com copos diversificados e ponches que utilizam frutas como recipiente (melancia, abacaxi ou coco). Com relação à animação, o que vale é a habilidade do bartender para arrasar nos malabarismos. A atividade exige muito treino, equilíbrio e coordenação motora. Z

Drinques
Receitas
Para você não ficar de fora desta onda, nós preparamos duas receitas de drinques. Pegue sua coqueteleira e mãos à obra!

Pineaple Sunshine (sem álcool)
Ingredientes:
– 60 ml de suco de maracujá
– 60 ml de suco de laranja
– 60 ml de suco de abacaxi
– 30 ml de suco de limão
– 10 ml de groselha
– 1 colher (sobremesa) de açúcar

Preparo: bata os ingredientes em uma coqueteleira com gelo e complete com refrigerante de limão.

África (com álcool)
Ingredientes:
– 50 ml de licor de coco
– 100 ml de suco de banana com morango
– 50 ml de suco de abacaxi
– 50 ml de suco de laranja
– 50 ml de vodka

Preparo: bata os ingredientes em uma coqueteleira com gelo e sirva em um copo Long Drink.

Agradecimentos:

Rushow Bar
Rua C-211, esquina c/ C-214
Fone: (62) 3251-5500
Jardim América