Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Burger for a Day, do chef Ian Baiocchi, ganha espaço físico em Goiânia

Primeira operação do Brasil lançada durante a pandemia com o conceito de um sabor diferente de hambúrguer por dia, via delivery e retirada, agora tem sede no Setor Marista
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
(Divulgação)

Conhecido pelo seu olhar empreendedor e o tino para operações gastronômicas inovadoras, o chef goiano Ian Baiocchi lançou o Burger for a Day em abril de 2020, no segundo mês desde o início da pandemia no Brasil. Via delivery e retirada, diante dos decretos vigentes na época, a operação trouxe um conceito inédito: um sabor diferente de hambúrguer por dia. Passado mais de um ano, Ian acaba de expandir o negócio ao inaugurar o seu espaço físico, no Setor Marista, em Goiânia. Mantendo a proposta de uma novidade a cada dia, o cardápio ganhou opções fixas, assim como entradas e sobremesas, em um projeto arquitetônico que remete aos icônicos diners americanos dos anos 1950.

“A ideia era botar uma carne com pão como reis por um dia, mas com sabores que mudam diariamente, com inspirações variadas, e sempre com um olhar criativo carregado de simplicidade e emoção”, afirma Ian, sobre o conceito do Burger, que já chegou a ter demandas de mais de mil pedidos em um único dia pelo iFood. Essa alta procura é comprovada por levantamento feito pelo Sebrae, em parceria com a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel), que apurou que o número de estabelecimentos que ofereciam delivery subiu de 54% para 66% em 2020, tendo ainda aumento de consumo de 94%.

Agora, com o espaço físico do Burger for a Day, a ideia é expandir a novidade por trás da proposta com a sensorialidade que a experiência presencial pode permitir, claro, com todos os cuidados que o cenário de pandemia ainda requer. “O delivery e a retirada continuam, são operações que seguirão em paralelo. Mas nós sempre sentimos a vontade de ter o espaço físico para que as pessoas pudessem se sentar e saborear de perto o frescor dessa nova vivência com a comida mais democrática do mundo, o hambúrguer”, complementa o chef.

Parte fundamental da essência do Burger for a Day é o processo artesanal das receitas, com o pão produzido em panificação própria e assado no dia, a carne igualmente moída no dia e a valorização de produtos locais. Outro diferencial é o seu formato de código aberto, o que significa que as receitas sempre foram e são compartilhadas com todos, seja via redes sociais ou mesmo presencialmente, agora com a loja física. “É uma forma de estimular que as pessoas também possam fazer em casa, sugerir, experimentar, fazer junto”, conjectura o chef.

E as inspirações por trás de cada hambúrguer criado pelo chef, ao longo desse mais de um ano, também são as mais diversas, desde o cinema, a música, a mente inventiva de Ian e até mesmo certa improvisação. “O hambúrguer de frango com camarão surgiu assim, despretensiosamente, a partir de uma olhada no que havia em grande quantidade no nosso estoque de produtos. E é hoje um dos queridinhos”, conta. Do mesmo modo, entre as centenas de combinações criadas, está o brioche de beterraba com hambúrguer de costelinha defumada e barbecue de goiabada, que ganhou o nome de Moulin Rouge, em alusão ao filme, pelo seu visual predominantemente vermelho.

O próprio nome do empreendimento vem de uma canção da clássica banda de rock Faith No More, da qual Ian é grande fã, intitulada King for a Day. “Com um sabor diferente por dia, uma surpresa por dia, a ideia é que o hambúrguer seja o rei do dia, de cada dia. Veio daí a inspiração para uma ideia de operação que eu já pretendia há anos, mas que eu sinto que veio em um período de adaptação em que se reinventar foi preciso”, garante.

(Divulgação)