Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Brasil é o quinto maior mercado de alimentação saudável

Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp

Nos últimos anos, levado por uma onda saudável, o mercado de alimentação mostra franco crescimento, mesmo em meio à crise. Amparado pela busca por um estilo de vida mais saudável, muitas empresas viram nesse nicho a oportunidade de se instalar e crescer.

O Brasil já é o quinto maior mercado de alimentos e bebidas saudáveis, com volume de vendas de US$ 27,5 bilhões em 2015, segundo levantamento da agência americana de pesquisa Euromonitor.

As opções vão desde os tradicionais light e diet, passando pelos vegetais e integrais, e ganhando ainda mais expressividade em ingredientes pouco utilizados na culinária, como a chia, linhaça e quinoa, e indo até os alimentos livres de lactose e glúten. Fato é que o mercado de alimentação saudável vem crescendo consideravelmente no país, não sentindo os efeitos da crise econômica nacional. De acordo com a Euromonitor, o mercado de alimentação ligado à saúde e ao bem-estar cresceu 98% no país de 2009 a 2014. Ainda de acordo com a agência, que prevê o crescimento expansivo do setor até 2020, terá destaque nesse mercado os produtos que apresentarem maior grau de diversificação.

Com o crescente número de players no mercado, que oferecem produtos similares e em diversas faixas de preços, diferenciação será uma prioridade-chave para os fabricantes. Investimentos em embalagens, além de novos sabores, devem impulsionar as vendas.

Quiche com salada

Mini pizza  integral Fevitto