Goiânia vai se tornar base operacional da Aviação Azul

Fórum de Turismo anuncia instalação em setembro. Serão 14 voos diários

O presidente do Fórum Estadual de Turismo, Carlos Ronay, anunciou na manhã de hoje, sexta-feira, 21 de maio de 2010, a transformação de Goiânia em base operacional (hub) da Azul Linhas Aéreas Brasileiras, a partir de setembro de 2010. À época, a companhia realizará, diariamente, 14 voos, para 10 capitais brasileiras – Rio de Janeiro, Curitiba, Porto Alegre e Salvador (2 voos diários), Manaus, Belém, Palmas, Fortaleza, Teresina e Recife (1 voo diário).

A divulgação foi realizada durante a 16ª Reunião Ordinária do Fórum Estadual, que aconteceu no período matutino, no auditório Iron Gomes, da Sociedade Goiana de Pecuária e Agricultura (SGPA), na Nova Vila. Ronay, também, adiantou que atualmente a Azul transporta, anualmente, a partir de Goiânia, 206, 7 mil passageiros. Em três anos, a meta é chegar a 3,7 milhões de passageiros.

Voe Goiás

De acordo com Ronay, o interesses das empresas de aviação por Goiás acontecem no instante em que a Agência Estadual de Turismo (Goiás Turismo) implementa a política de aviação regional, por intermédio do Programa Estadual Voe Goiás. Nos próximos quatro anos, Goiás readequará a infraestrutura de 56 áreas aeroviárias (aeroportos e aeródromos) existentes em 49 municípios goianos considerados destinos turísticos.

Por enquanto, a malha viária regional é atendida pela empresas Set, Trip e Passaredo, que ligam Goiânia, respectivamente, a Minaçu, a Rio Verde e a Palmas. Esta última rota será inaugurada na próxima segunda-feira, 24 de maio. Para este ano de 2010, a Goiás Turismo, em conjunto com a Agetop e Seinfra, tem por prioridade a implantação total de sete aeroportos goianos: Catalão, Itumbiara, Jataí, Mineiros, Niquelândia, Santa Helena e São Miguel do Araguaia.

“As empresas de aviação procuram a Goiás Turismo para saber como acessar os benefícios disponibilizados pelo nosso programa, como por exemplo a alíquota de 3% do querosene de aviação. Por isso, precisamos correr contra o tempo para consolidar o programa, para o qual passamos um ano nos preparando. Tenho convicção de que até 2014, Goiás estará totalmente servido por voos diários em seus destinos turísticos”, frisa Carlos Ronay, que também é diretor de Infraestrutura e Operações Turísticas da Goiás Turismo.

Informação: Assessoria de Imprensa, (62) 3201-8100 / 8422-8128

Deixe um comentário


Confira também