Desbravando a Capadócia

Distante de Istambul cerca de 700 quilômetros, a Capadócia foi a capital do império hitita até 1.100 a.C. e uma importante província do Império Romano. As cidades de Goreme, Urgup, Nevsehir e Avanos são os principais destinos visitados na região e reúnem grande parte da riqueza histórica da Turquia.

A cidade de Goreme, famosa por suas formações rochosas, chamadas de “chaminé de fadas” e antigas habitações escavadas na pedra. A paisagem do Parque Nacional de Goreme, um museu a céu aberto considerado Patrimônio da Humanidade pela UNESCO, é dominada pelais tais chaminés e outras interessantes formas rochosas esculpidas pela erosão na lava expelida por um vulcão há milhares de anos. Nas rochas escavadas, que serviam de moradia, refúgio e igreja, abundam belíssimos afrescos religiosos que vão desde desenhos rudimentares do século IV até magníficas obras de arte dos séculos XI e XII.

Já a vila de Cavusin. As rochas maciçamente escavadas abrigam casas e monastérios em uma paisagem inóspita, quase lunar. Vistas de cima, as montanhas se assemelham a formigueiros, tamanha a quantidade de cavidades. Os destaques ficam por conta do Monastério de São João Batista, uma das mais antigas construções da Capadócia, e a enorme basílica do Imperador Phocas, ambos escavados na pedra. No Vale de Pasabag, o passeio entre as chaminés de fada é um daqueles momentos mágicos que tornam a viagem inesquecível.

Seguindo através das planícies férteis e cruzando diversas vilas, chega-se a Kaymakli, uma impressionante cidade subterrânea criada pelos primeiros cristãos que encontraram debaixo da terra o esconderijo perfeito contra as perseguições romanas. A cidade se expandiu e hoje conta com quilômetros de galerias. Já Gelveri abriga a igreja de São Gregório Nazianzeno, hoje uma mesquita, erguida pelo Imperador Teodósio em 385 d.C. e o espetacular Vale de Ihlara, repleto de igrejas e mosteiros.

A visita ao Vale Pigeon concentra vilarejos típicos da região e tem seu ápice com a chegada ao Vale de Soganli, com suas tumbas bizantinas e arquitetura armena das igrejas e monastérios escavados na rocha. Este vale é também conhecido como Vale das Bonecas, devido ao modo de produção artesanal de bonecas que reproduzem os trajes e a maquiagem típicas das mulheres nativas. A exploração prossegue por Sobesos, onde recentemente foi descoberto, em um sitio arqueológico romano, um mosaico impressionante; Sinasos, reconhecida por sua excelete arquitetura greco-otomana; a milenar Urgrup e uma paradinha para conhecer a as chaminés de fadas conhecidas como “Três Belezas”.
A operadora turca Aida Tours oferece tours que levam o cliente a uma aventura que reúne religiosidade, história e belezas naturais pela milenar região da Capadócia.
Prepare seu espírito e mergulhe na aventura de desvendar um dos mais belos cenários do planeta!

Deixe um comentário


Confira também