Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Violins e Carne Doce abrem programação do GO ART 2017

Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp

Carne Doce

Mais do que promover uma confraternização entre expositores, palestrantes, músicos e demais participantes, o evento de lançamento do GO Art 2017 promete agitar Goiânia, que é considerada uma das capitais do rock independente brasileiro. A abertura oficial do festival de artes integradas acontecerá no dia 1º de abril, no Teatro Goiânia, e contará com shows de duas bandas goianas independentes e reconhecidas em todo o país: Violins e Carne Doce.

 

Os ingressos serão vendidos pelo preço promocional de R$ 20 até o dia 31 de março, no www.sympla.com.br. No dia do evento, eles poderão ser adquiridos pelo valor de R$ 30, somente na bilheteria do Teatro Goiânia.

 

Para o idealizador do GO Art, Pedro Henrique Brito, as duas bandas simbolizam muito bem a música alternativa e underground goiana e brasileira. “O Violins é uma das bandas que mais representam o rock alternativo e independente do estado. Para mim, eles são musicalmente incontestáveis. E o Carne Doce está em um momento fantástico, em que só cresce. Com performance diferenciada e forte presença de palco, o grupo tem garantido cada vez mais espaço na cena nacional”, conta.

Violins Foto: Luan Rampazzo

 

Violins

Considerada uma das bandas independentes mais produtivas e respeitadas do cenário brasileiro, o Violins foi formado em Goiânia, no ano de 2001, com influências de Beach Boys, Muse, Radiohead, Sunny Day Real Estate, Sigur Rós, Mogwai, entre outras.

 

Composto por Beto Cupertino (vocal e guitarra), Pedro Saddi (teclados e piano), Fred Valle (bateria) e Thiago Ricco (baixo), o grupo ostenta oito álbuns lançados pela Monstro Discos, além de participações nos principais festivais de rock independente do país.

 

Nos anos de 2001, 2005 e 2007, três dos seus discos foram reconhecidos pela crítica nacional como os melhores da época. Já em 2004, a banda ganhou o título de artista do ano em eleição realizada pelo jornal O Popular.

 

Carne Doce

O quinteto Carne Doce também teve início em Goiânia, em meados de 2013, e atualmente é formado por Salma Jô (voz), Macloys Aquino (guitarra), João Victor Santana (guitarra), Aderson Maia (baixo) e Ricardo Machado (bateria).

 

O estilo provocativo e os shows explosivos e envolventes se tornaram marcas registradas da banda, que apesar de relativamente nova, já passou pelos principais festivais de música autoral do país e hoje é considerada uma das mais populares do circuito alternativo brasileiro. 

 

Seu primeiro disco – Carne Doce – foi eleito um dos melhores da música brasileira de 2014, assim como Princesa, que ficou entre os melhores nacionais de 2016.

 

GO Art

O GO Art acontecerá nos dias 6, 7 e 8 de abril, na Vila Cultural Cora Coralina, com a proposta de agregar e disseminar as diferentes formas de manifestações culturais. O evento contará com uma programação eclética que inclui workshops, palestras, exposições, grafites, fotografia, música, gastronomia, cinema e concurso, todos alinhados à tatuagem.

 

Um dos pontos altos do festival é o Flash Day, ação que consiste em oferecer flash arts exclusivos e feitos por expositores de vários estilos para serem tatuados nos dias do evento com valores a partir de R$ 200. O evento será encerrado no dia 9 com um show da banda independente de hardcore Dead Fish, na Diablo Pub. 

 

O GO Art é uma realização da Taboo Produções com o apoio institucional da Prefeitura de Goiânia. A entrada é gratuita nos dias 7 e 8 de abril, até as 19h. A partir deste horário, os ingressos serão vendidos a R$ 10, somente na Vila Cultural Cora Coralina.