Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Sesc recebe programação de viola caipira

Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp

Doma da Conceição é um dos convidados (Foto: Divulgação)

Nos dias 25 e 27 de outubro, o Teatro Sesc Centro vai ser ocupado pelo festival A Moda é Viola. Serão quatro atrações com foco na viola caipira que vão se apresentar a preços acessíveis, explorando as possibilidades do instrumento por meio da mistura de diversos estilos musicais. Nos shows, violeiros da antiga e da nova geração reinventam e retomam o significado da viola em apresentações que inevitavelmente levam o imaginário a um lugar mágico: o sertão.

Na quarta-feira (25), sobem ao palco Galvan e Galvãozinho, conhecidos como “os reis da catira” e considerados uma das principais duplas tradicionais na ativa. Com mais de 40 anos de carreira, eles personificam a história da música caipira e fazem uma verdadeira viagem às raízes da viola, cantando modas, pagodes e toadas que remetem ao interior.

O violeiro Pedro Vaz também se apresenta no show autoral inédito “Dê Espaço ao Tempo”, que dá nome ao CD cujo lançamento está previsto para dezembro. O Trabalho instrumental propõe uma pausa na agitação diária para a apreciação musical. Para ele, a música deve ser considerada não apenas como entretenimento mas como uma possibilidade de contemplação.

Outra experiência surpreendente para os apreciadores da música do Cerrado se dará na sexta-feira (27). O grupo Encontro Violado se apresenta em clima de confraternização e emoção. Os integrantes do grupo mostram composições individuais e coletivas fazendo uma espécie de brincadeira musical. No mesmo dia, o ícone do rock rural e da folia de reis, Domá da Conceição, se apresenta com o disco Anjo Alecrim, homônimo ao premiado documentário que conta sobre seus 20 anos de carreira.

O festival A Moda é Viola nasceu em março de 2015 junto com a Violada Produções, ambos com a intenção de produzir trabalhos e eventos ligados à viola. Apenas uma edição foi realizada, no mesmo ano, no Teatro da Caixa, em Brasília. O grupo goiano Cega Machado, o violeiro mineiro Luiz Salgado e o brasiliense Cacai Nunes foram algumas das atrações. O festival visa apresentar ao público a diversidade e a riqueza do instrumento, seja por meio de duplas tradicionais, violeiros solo, ou músicas instrumentais modernas.

Esse ano, o festival é produzido pela Violada Produções em conjunto com a Mitema Projetos Culturais & Soluções Sustentáveis e conta com o apoio da Lei Municipal de Incentivo à Cultura de Goiânia. Taiana Martins, da Mitema, conta que a ideia partiu do “desejo de criar uma cena da viola caipira que apresente sua diversidade de estilos que fuja do convencional”. “Dessa forma, viola rock, moda de viola e viola contemporânea se mesclam numa riqueza de estéticas musicais fugindo da indústria do sertanejo”, conta.

Anote!
A Moda é Viola
Onde: Teatro Sesc Centro: Rua 15, Setor Central, Goiânia
Quando: 25/10 (Quarta-feira) e 27/10 (Sexta-feira)
Horário: 20h
Ingressos: R$ 7,00 para comerciários e dependentes com a carteira do Sesc atualizada
                    R$ 20,00 inteira
                    R$ 10,00 meia
                    R$ 8,00 conveniados
Venda antecipada: Bilheteria Digital