Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Nutricionista explica como manter a dieta e não cair nas armadilhas das férias

Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
As férias chegaram e a época de curtir a praia também, mas para não fugir da dieta e não ter surpresas desagradáveis durante este período mais esperado do ano, a nutricionista Roberta Silva, do Cyber Diet (www.cyberdiet.com.br), — mais completo site de apoio a reeducação alimentar da Internet, reuniu algumas dicas especiais para quem quer aproveitar só o melhor do verão.
Roberta explica que ficar muitas horas tomando sol e, principalmente, curtir o mar são atividades que dão mais fome e, por isso, ficamos mais propícios a aceitar os alimentos que são vendidos na praia. “Comer o que é oferecido na beira da praia é uma atitude que nem sempre faz bem à saúde e é preciso ficar atento a alguns detalhes para não prejudicar o trato com a balança”, comenta Roberta Silva, nutricionista do CyberDiet.
Veja alguns alimentos que podem ser consumidos, os que devem ser evitados e alguns que merecem atenção:

Siga em frente!
Milho – Ótima opção: nutritivo e tem poucas calorias. Mas, dispense a manteiga e não exagere no sal.
Frutas – Fresquinhas, suculentas, fonte de vitaminas e minerais, outra opção excelente. Leve de casa higienizadas e em recipientes térmicos.
Biscoito de polvilho – Por ser um produto industrializado, o risco de contaminação é menor, por isso torna-se uma boa opção, mas cuidado com a quantidade.
Água de coco – Quer um lugar melhor para tomar água de coco do que na praia? Pois bem, esta bebida hidrata, é um isotônico natural, repõe vitaminas e minerais e refresca. Apenas escolha uma local de sua confiança para comprar.
Atenção!

Sorvete – Evite os sabores de chocolate, pois podem ser bem calóricos. Prefira os picolés de frutas, que contribuem para você se refrescar.
Refrigerante – Se a opção para substituir a bebida alcoólica for o refrigerante, é uma boa escolha. Mas, opte pelas versões diet e light que não fornece calorias. Lave bem as latinhas antes de abrir.

Queijo coalho – Muito cuidado! Os queijos não podem ficar muito tempo sem refrigeração, pois as chances de contaminação são enormes. Consuma somente se você souber a procedência e confiar na higiene do ambulante.
Raspadinha – Também é importante saber a procedência do gelo, um copo de raspadinha pode ter em média 150kcal.
Fuja!
Amendoim – Este grãozinho possui muitas calorias, uma xícara por exemplo tem em média 500kcal! Com certeza conversando na praia chegamos a essa quantidade rapidamente, por isso é melhor evitar.
Camarão frito – Por ser frito seu teor calórico aumenta muito, além disso é um alimento que pode estragar facilmente, principalmente, na praia. Juntamente com o sol, é um perigo para se pegar uma intoxicação alimentar.
Pastel e acarajé – Dependendo do recheio e do tamanho, a quantidade de calorias é absurda. Outro ponto desfavorável é a questão do óleo em que foi frito, pois muitas vezes é muito reutilizado, passando por altas temperaturas, no qual produz substâncias prejudiciais à saúde.