Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Morre Orlando Brito aos 72 anos, um dos maiores fotojornalistas do País

Em uma carreira extensa, Brito acompanhou o dia a dia de presidentes e trouxe um olhar diferente para os personagens do poder e da economia do país.
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O Brasil perdeu hoje um dos maiores nomes do fotojornalismo nacional. Orlando Brito morreu aos 72 anos por complicações após uma cirurgia no intestino. Ele estava internado na UTI do Hospital Regional de Taguatinga (HRT), no Distrito Federal, há 34 dias.

Nascido em Janaúba, Minas Gerais, veio para Brasília ainda pequeno, na época da construção da cidade. E foi em meio aos prédios famosos da capital, como o Palácio da Alvorada e o Congresso Nacional, que seus cliques marcaram a história do País.

Porém, seu trabalho era diversificado. O fotógrafo também mostrava a realidade da vida urbana, cobriu Jogos Olímpicos, Copas do Mundo, com um olhar crítico e diferenciado.

Teve passagem por importantes veículos de comunicação, como Veja, O Globo, Caras e, em 2021, colaborou com o portal Brasil 61. Ao longo dos anos, o fotógrafo criou sua própria agência, chamada de Obrito News. Ele também ministrava cursos para empresas e  faculdades. (Fonte: Brasil 61).