Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

GRAND HOTEL TIMEO CELEBRA 140 ANOS DE TRADIÇÃO E HOSPITALIDADE – Editar

Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Para assinalar a data comemorativa, o chef Roberto Toro recria receitas clássicas que marcaram a história deste badalado endereço de Taormina, brindando os hóspedes de hoje com uma indescritível jornada gastronômica através do tempo
Em celebração ao aniversário de 140 anos, o restaurante do Grand Hotel Timeo fará uma grande homenagem a seus antecessores com um menu especialmente desenvolvido com uma seleção de recriações de receitas clássicas, levando os clientes de hoje a uma indescritível jornada gastronômica através do tempo. Para isso, o chef Roberto Toro brindará o paladar de seus hóspedes com pratos de extrema qualidade, todos inspirados no cardápio original. Entre eles, uma simples e deliciosa Potage aux Pates (sopa de legumes com massa), os tradicionais Poulet a la Chasseur (frango refogado “alla cacciatora”), Veau Braise (carne assada) e Dindon Rotì (peru assado), além do irresistível Glace au Citron (sorvete de limão), concebido a partir da receita original, de 1900. Ao refazer esses ícones do hotel, Toro se esforça para preservar a cozinha regional, utilizando apenas os produtos do ecossistema local – exatamente como era há 140 anos.
Este cardápio especial se completa com um drinque igualmente criado para a ocasião pelo bar manager do hotel, Luigi Russo: o coquetel 140. A bebida mescla as mesmas ervas e especiarias que tanto encantaram o paladar de vários integrantes da nobreza europeia durante a virada do século. Entre os ingredientes, Dubonnet, que foi vendido pela primeira vez em 1846 por Joseph Dubonnet, o Campari Bitter, criado por Gaspare Campari em 1860, e Dry Martini, chamado de “elixir da quietude”. Juntos, e na dose certa, compõem este delicioso aperitivo que é finalizado, deliadamente, com cascas de laranja fresca da Sicília.
Sobre o Grand Hotel Timeo
Em 1873, nascia um mito: o Grand Hotel Timeo. Hoje, graças às obras de modernização e restauro, alia sua secular atmosfera elegante totalmente preservada a serviços e comodidades proporcionados pela tecnologia de última geração. Sua localização encantadora, na Baía de Naxos, é um convite a admirar um dos mais belos cenários da Itália, com direito a contemplar o majestoso vulcão Etna e um autêntico anfiteatro greco-romano. Inserido em um antigo bosque de ciprestes e magnólias centenários, o hotel, no final do século 19, ra o preferido dos monarcas, aristocratas, escritores e artistas famosos. O livro de hóspedes registra, entre os muitos nomes conhecidos, os do kaiser Guilherme II, da Alemanha; Umberto II, da Itália; Marconi (inventor do telégrafo sem fio); os escritores Gide e Guy de Maupassant; além dos atores Liz Taylor e Richard Burton. Sobre a arte de bem-receber do Timeo, Guy de Maupassant deixou registrado: “Taormina é apenas uma paisagem, mas a paisagem onde você parece encontrar tudo criado na Terra para seduzir os olhos, o espírito e a imaginação.”