Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Governo de Goiás lança programa de incentivo à leitura de clássicos da literatura

Plataforma tecnológica permitirá acesso gratuito a livros por estudantes da rede pública estadual. Conteúdo interativo das obras será disponibilizado por meio de vídeos e de games
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
(Foto: Johnny McClung/Unsplash)

O Governo de Goiás lançou, nesta terça-feira (20), o programa de incentivo à leitura de clássicos “Leitura Todo Dia – Clássicos do Pensamento”, durante videoconferência transmitida ao vivo pelas redes sociais. A iniciativa oferece aos estudantes da rede estadual de ensino uma nova ferramenta tecnológica que permite o acesso às grandes obras literárias por meio de vídeos e de games.

Nesta primeira etapa, serão beneficiados 1.200 estudantes do primeiro ano do ensino médio de 30 escolas. Na plataforma de acesso ao programa, os estudantes terão contato com obras de autores como Platão e Homero.

O objetivo é incentivar a leitura de clássicos da literatura com temas relacionados à atualidade e que permitam reflexões sócio-históricas e discussões filosóficas. Para Adriano da Rocha Lima, titular da Secretaria-Geral da Governadoria (SGG) e representante do governador Ronaldo Caiado na solenidade, “trata-se de um programa inovador e inédito, no âmbito do ensino público e privado, ao incentivar os jovens para a leitura dos chamados grandes clássicos”.

“Obras que são tão importantes para que consigamos nos libertar de dogmas e ter capacidade mais reflexiva, questionadora, e podermos, com isso, tomar nossas próprias decisões. Obras que ouvimos falar a vida inteira, mas que poucos efetivamente leem”, afirmou Adriano.

O titular da SGG destacou ainda que o projeto mistura leitura com vídeos de apoio, o que motivará ainda mais os jovens leitores, facultando o entendimento do texto. “Traz a contextualização daquilo que foi discutido, às vezes, há séculos, para a atualidade, e em como podemos aplicar na nossa vida, na tomada de decisão, na convivência e tudo mais que rege nossa vida em sociedade”, concluiu.

Segundo a secretária da Educação, Fátima Gavioli, a iniciativa visa ampliar o conhecimento literário dos estudantes e, consequentemente, melhorar os indicadores de ensino-aprendizagem. Em 2019, Goiás atingiu a maior nota do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) na avaliação do ensino médio, em todo o Brasil, com 4,8. “Acredito que a partir da execução deste projeto desenvolveremos em nossos estudantes várias habilidades, como a criatividade e o pensamento crítico, contribuindo assim para torná-los cada vez mais protagonistas e autônomos”, destacou.

A ideia é que, diariamente, trechos de obras literárias sejam lidas, debatidas e tenham a sua relação com os dias atuais explicada em vídeos de cerca de cinco minutos. Será um livro a cada dois meses e, ao término de cada obra, os estudantes participam de uma master class com o professor Clóvis de Barros, que integra o projeto e considerou a iniciativa uma “oportunidade de ouro”.  Os vídeos, salienta o professor, atendem à pretensão de tornar a produção ou discursos em análise o mais acessível ao repertório presumido de um aluno de ensino médio.

Nem sempre, ponderou Clóvis, as obras são de acesso imediato, sobretudo do pensamento antigo, porque foram produzidas há muito tempo, com recursos de estilo muito diferentes do atual, o que pode levar um aluno pouco afeito à leitura a certo desestímulo inicial.

“O objetivo do vídeo é compensar isso, ao aproximar o conteúdo da obra da nossa realidade, com exemplos e referências da mais estrita atualidade”, afirma o professor Clóvis de Barros. Ele também parabenizou o governo pelo primeiro lugar no Ideb. “Se o Estado de Goiás já tem o melhor ensino público médio do país, é preciso agora que ele assuma a responsabilidade por essa liderança e leve o país a resultados ainda mais auspiciosos.”

A ação é uma parceria entre o Governo de Goiás, por meio da SGG e da Seduc, e o Espaço Ética. A iniciativa não gerou custos para o Estado. Os vídeos e o masterclass com o professor Clóvis de Barros foram doados pelo Espaço Ética.