Goianos lotam bares para escolher o melhor da cidade

(Foto: divulgação)
Não é de hoje que a comida goiana conquistou o paladar dos brasileiros. O empadão goiano talvez tenha sido o pioneiro nesse quesito. Cada vez mais os botecos de Goiânia tem investido em ingredientes típicos do Estado. Entre os mais requisitados, podemos citar o milho, o baru e a gueroba. Juntos ou separados eles estão presentes em grande parte dos petiscos. E essa tradição de comer em butecos que mais uma vez está em circulação uma nova edição do Comida di Buteco. E é de boca cheia que muitos goianos tem ajudado a escolher o melhor buteco da cidade.
A data de divulgação do resultado ainda não foi definida, mas os donos já estão na corrida para a conquista do prêmio. Os comerciantes não querem perder nenhum cliente. Os “fregueses” tem sido conquistados pelo estômago, esperimentando e votando no estabelecimento que apresenta a melhor comida. A iniciativa é do projeto Comida di Buteco que iniciou a segunda semana com os botecos lotados.
Além do voto popular, alguns jurados estão infiltrados pelos bares para ajudar na escolha. Não só a comida tem de ser aprovada, a higiene, temperatura da bebida e o atendimento fazem parte dos quesitos avaliados.
Para estimular os donos de bares, algumas empresas parceiras no Comida di Buteco criam prêmios extras. A Hellmann’s e PepsiCo são algumas das empresas que fazem parte desse time de colaboradores. Para incentivar na criação de petiscos, as empresas oferecem prêmios para os donos de bares que usar seus produtos na elaboração da comida. E a competição extra tem dado certo. Na última edição 30% dos petiscos tinham o salgado Doritos como um dos ingredientes, isso porque a PepsiCo é a fabricante do produto.

Deixe um comentário


Confira também