Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Filmes da Mostra ABD estão sendo avaliados por crítico de cinema de São Paulo

Competição integra programação do 21º Festival Internacional de Cinema e Vídeo Ambiental, que será realizado entre 16 e 21 de novembro, em edição virtual
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Foto: ABD GO -15ª Mostra Abd Cine Goiás

A Associação Brasileira de Documentaristas – Seção Goiás (ABD) deu início aos trabalhos de seleção dos filmes que concorrerão à 17ª Mostra ABD Cine Goiás. A mostra integra a programação do 21º Festival Internacional de Cinema e Vídeo Ambiental (Fica 2020), que será realizado entre 16 e 21 de novembro.

A seleção dos filmes está sendo feita por Miguel Forlin, único membro do júri. Miguel é crítico de cinema de São Paulo, com reconhecida atuação no segmento audiovisual, que foi indicado pela Secretaria de Estado de Cultura (Secult Goiás).

A 17ª Mostra da ABD recebeu inscrições de 82 curtas goianos, nos gêneros de ficção, animação, documentais e experimentais. A lista das produções selecionadas será publicada no dia 27 de outubro, no site do festival: www.fica.go.gov.br.

Nesta edição, a Mostra da ABD irá distribuir, ao todo, R$ 47,5 mil em prêmios.  O diferencial deste ano, além do formato totalmente on-line, é que todos os curtas-metragens que forem selecionados para a mostra receberão uma taxa de seleção, denominada José Petrillo, no valor de R$ 2 mil, cada um.

Se o mesmo filme for selecionado para a Mostra ABD e a Mostra Principal do Fica, a taxa de participação não será cumulativa, porém, a taxa de seleção é acumulável com outros prêmios que o realizador venha a receber durante o festival.

Júri

Miguel Forlin, júri e crítico de cinema de São Paulo

Miguel Forlin é crítico e coeditor da seção de cinema do jornal O Estado de São Paulo, e professor no Museu da Imagem e do Som (MIS/SP), onde proferiu o curso “David Lynch – Transformando Ideias em Imagens”, e na plataforma on-line A Arte do Cinema, na qual, atualmente, ministra o curso “Andrei Tarkovsky – A Metafísica do Tempo”. Miguel também foi curador da primeira edição da mostra “Cinema & Liberdade” e membro do júri da crítica da 41º Mostra Internacional de Cinema de São Paulo, em 2017.