Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Festival Italiano de Nova Veneza tem lançamento e início na próxima semana

Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp

Entrada da cidade de Nova Veneza (Foto: Divulgação)

A 14ª edição do Festival Italiano de Nova Veneza, evento de resgate e valorização da cultura italiana, será lançada oficialmente na próxima terça-feira (5), às 9h, pelo governador de Goiás, José Eliton, e a prefeita de Nova Veneza, Patrícia Amaral, durante um café da manhã no Palácio das Esmeraldas.

O evento, que a partir dessa edição passa a contar também com o apoio oficial da Embaixada da Itália no Brasil, é um dos 15 festivais que compõem o Circuito Gastronômico de Goiás. O festival terá início dois dias após o seu lançamento oficial, na quinta-feira (7), e vai até o domingo (10), com expectativa de receber pelo menos 100 mil visitantes.

Para a edição deste ano, o festival cresceu 30% em sua estrutura física e 20% no número de postos de trabalhos temporários gerados. A previsão é de que o festival movimente mais de 2 milhões de reais na cidade, que fica a 44 quilômetros de Goiânia e tem 60% de sua população formada por descendentes italianos.

Novidades

Smetto Quando Voglio (Paro quando quero), de Sidney Sibilia, um dos cinco filmes que serão exibidos na mostra de cinema do festival (Foto: Divulgação)

Além dos pratos típicos da cozinha italiana, música e danças italianas, o festival contará a partir deste ano com novas atrações culturais temáticas. Uma delas é a mostra de cinema, que é realizada em parceria com a embaixada italiana e vai apresentar ao público cinco longa metragens da Itália, todos legendados e com exibição gratuita. São eles: Smetto quando voglio (Paro quando quero), de Sidney Sibilia; Fuocoammare (Fogo no mar), de Gianfranco Rosi; Qualcosa di nuovo (Algo novo), de Cristina Comencini; Viva la libertà (Viva a liberdade), de Roberto Andò; e La Mafia Uccide solo d’Estate (A máfia só mata no verão), de Pierfrancesco Diliberto.

Outro destaque da programação é a exposição fotográfica Carnevale di Venezia, assinada pelo fotógrafo paraibano Francisco Andrade e que retrata seu olhar pelo tradicional carnaval de Veneza, uma das mais famosa festas da Itália.

Na gastronomia, também haverá novidades. Pela primeira vez o Festival contará com um estande dedicado exclusivamente para o café italiano, bebida que é considerada uma paixão entre os italianos. O evento também abrigará uma edição especial da Carnivoria Open Air, um dos mais badalados festivais de churrasco do Brasil e que apresentará ao público os diferentes preparos para cortes carnes nobres, com aquele toque italiano.

Decoração

Pessoas fantasiadas durante o carnaval de Veneza (Foto: AFP)

Algo que promete ser um grande atrativo para os visitantes na edição de 2018 do festival é a decoração da cidade. Como o a temática “Um dia em Veneza”, a Associação Pró-Festival de Nova Veneza (Afesti) vai decorar a praça central do município com itens que lembram a cidade italiana, conhecida por ser uma das mais românticas do mundo.

A organização do festival contratou atores que receberão os visitantes vestidos com fantasias que remetem ao carnaval de Veneza, que circularão pelo evento durante os quatro dias. Em referência aos colonos italianos que deram origem à cidade, também serão colocadas flâmulas com os nomes das famílias fundadoras.