Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

ExpoCavalhadas traz batalha entre mouros e cristãos a Goiânia

O Circuito das Cavalhadas este ano ocorre entre junho e setembro em 12 cidades do Estado
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
(Reprodução/goias.gov.br/)

O Governo de Goiás, por meio da Secretaria Estadual de Cultura, anunciou nesta terça-feira (05) a realização da ExpoCavalhadas. O evento, que ocorrerá no dia 27 de abril, a partir das 9h, na Praça Cívica, em Goiânia, tem o objetivo de divulgar as Cavalhadas de Goiás. A iniciativa também visa atrair investidores para apoiar essas manifestações artísticas que, inclusive, estão em processo de registro para se tornarem patrimônio cultural de Goiás.

Representantes das 12 cidades que compõem o Circuito das Cavalhadas virão à capital goiana para apresentar elementos dessa tradição secular, que atrai milhares de pessoas a diversos municípios goianos com o objetivo de acompanhar a batalha entre mouros e cristãos.

De acordo com o Secretário de Cultura, César Moura, o evento é uma oportunidade para os goianos terem um contato mais próximo com os cavaleiros. “As Cavalhadas é uma festa muito grande no interior, mas pouco conhecida na capital. Queremos mostrar essa cultura para os goianienses e para investidores que podem apoiar esse evento e, assim, ajudamos a popularizar e fomentar ainda mais essa tradição”, explica César.

Neste ano, o Governo de Goiás repassará R$ 1,8 milhão para o Circuito das Cavalhadas. A medida integra o Programa de Interiorização da Cultura, administrado pela Secretaria de Estado de Cultura (Secult-Goiás), e auxiliará a manutenção e realização das festividades nos 12 municípios do circuito: Pirenópolis, Jaraguá, Palmeiras de Goiás, São Francisco, Crixás, Santa Cruz de Goiás, Santa Terezinha, Hidrolina, Pilar de Goiás, Corumbá de Goiás, Posse, além da cidade de Goiás, principal novidade da temporada, que retorna após mais de 70 anos.

O Circuito das Cavalhadas retorna graças ao avanço da imunização em todo o estado, após dois anos de suspensão por causa da pandemia. As festividades ocorrem entre junho e setembro, após os festejos do Divino Pai Eterno.

Cavalhadas de Goiás

As Cavalhadas são representações cênicas de origem europeia que retratam a batalha entre mouros e cristãos durante a idade média. Elas foram instituídas pela rainha Isabel de Portugal e retratam, principalmente, a disputa entre Carlos Magno e os sarracenos (islâmicos) pela região sul da França.

Em Goiás, a festividade foi trazida pelos bandeirantes portugueses e é realizada há mais de 200 anos. Os cavaleiros e os mascarados são os principais personagens da festa. Os primeiros se vestem de azul (cristãos) ou vermelho (mouros) e empunham lanças, espadas e garruchas. Já os mascarados representam o povo.

A encenação geralmente dura três dias, sendo que há uma nova batalha em cada um deles. Ao final, os cristãos vencem os mouros, que se convertem ao cristianismo.