Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

“Dos Últimos 3 anos”, mostra de Zé César, é exibida na Vila Cora Coralina

O conceito é a cidade e toda a problemática que ela envolve
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Acúmulo de edifícios, a falta de espaço e a poluição visual é tema das obras - (Foto: Divulgação)
Acúmulo de edifícios, a falta de espaço e a poluição visual é tema das obras – (Foto: Divulgação)

A Vila Cultural Cora Coralina, em Goiânia, recebe nesta quinta-feira (9/6), a partir das 18h, a exposição “Dos Últimos 3 anos” do artista Zé César. As obras poderão ser vistas até o dia 7 de julho na Sala Antônio Poteiro, de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h, gratuitamente.

Com 63 gravuras e 24 trabalhos tridimensionais, a mostra traz uma reflexão sobre a cidade e como ela é ocupada. “O conceito do meu trabalho é a cidade e toda a problemática que ela envolve, como o acúmulo de edifícios, a falta de espaço e a poluição visual. E tudo isso acaba acarretando na falta de um ordenamento e, assim, ela vai crescendo sem um direcionamento”, explicou o artista.
As gravuras feitas em técnicas de litografia a seco, gravura em metal, serigrafia e matrizes de plástico e tetra pak trazem elementos encontrados nas artes de rua, como o picho. De acordo com Zé César, seus trabalhos tem frases soltas em função das pichações e no visual urbanos que encontramos nos grandes centros.
Já as esculturas foram feitas em papelão, com estilete de pequenas e grandes dimensões. “Meu trabalho com o papelão veio da gravura, afinal eu já usava diversos processos tradicionais como xilogravura, gravura em metal, litografia, serigrafia e outros com colagem e recortando materiais. Dessa forma, trabalhei com outros suportes não convencionais como plástico e acabei chegando no papelão, que usava como matriz para imprimir depois da gravura”, esclareceu o artista.