Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Diversidade musical é destaque no final de semana do Vaca Amarela

Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp

A junção de Carne Doce, Sapabonde (DF), Bruna Mendez, Deb and the Mentals (SP) e Pablo Vittar (MA), entre outros artistas, é tão estridente que os ingressos da sexta-feira da 16ª edição do Festival Vaca Amarela já estão esgotados. Desde segunda-feira que o evento invade bares e casas noturnas de Goiânia, levando shows e djs para as programações dos espaços. A partir de sexta-feira, 22, o festival aporta no Palácio da Música do Centro Cultural Oscar Niemeyer (CCON), para uma maratona de shows.

Nomes como Curumin, que recentemente lançou o elogiado disco Boca, ou grupos como Djonga, Hell Oh! e Deb and the Mentals, dividem o palco com a sensação do momento Pablo Vittar, as brasilienses do Sapabonde ou as efervescentes Linn da Quebrada e MC Carol. Como uma janela para a apresentação de grupos regionais, o festival ainda promove shows das pratas da casa Ara Macao, Niela, Chell, Carne Doce, Bruna Mendez, Overfuzz, Lutre, Sótão, Frieza, entre outros.

Já no domingo, o Vaca Amarela sai do Palácio da Música e aporta no Centro de Goiânia, lugar onde ocorreu o acidente do césio 137 e que completa 30 anos em 2017. O último dia de programação, 24 de setembro, o República Underground Music (RUM), na Alameda Botafogo, abre suas portas para a apresentação dos grupos Punch, HC 137, Frieza, Lobinho e os Três Porcão e Adax, que discutirão os reflexos do acidente para a produção cultural goiana.

“As bandas escolhidas têm referências ao acidente nos seus temas propostos, nas letras das músicas e em seus discursos políticos. O Vaca Amarela sempre teve esse caráter de discutir temas relevantes para a cidade. Alguns dos grupos, como o Punch e o HC137, viveram esse período difícil e debatem o assunto, além de serem referência num som mais pesado”, explica o coordenador do evento, o produtor João Lucas Ribeiro.

Linn da Quebrada se apresenta nesta sexta-feira (Foto: Divulgação)

Anote!
Festival Vaca Amarela

Quando: 18 a 24 de setembro
Onde: Palácio da Música, Centro Cultural Oscar Niemeyer
Ingressos: www.sympla.com.br/vacaamarela
Entrada de menores de idade apenas acompanhados dos pais