Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Companhia de Hugo Rodas se apresenta em Goiânia

Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp

Espetáculo "Ensaio Geral", estreado em 2012 (Foto: Divulgação)

Depois de passar por cidades como Brasília e Belo Horizonte, a Agrupação Teatral Amacaca (ATA), companhia de teatro comandada pelo diretor Hugo Rodas, se apresenta em Goiânia nos dias 4, 5 e 6 de maio no palco do Centro Cultural da Universidade Federal de Goiás (UFG), às 20 horas.

A trupe do diretor uruguaio radicado no Brasil uniu dois premiados espetáculos em uma noite: Ensaio Geral, obra estreada em 2012, vencedora do Prêmio Myriam Muniz e Melhor Trilha Sonora do Prêmio Sesc do Teatro Candango do mesmo ano – e apresentada mais de 72 vezes em oito estados brasileiros e Punaré & Baraúna de 2015, vencedora de 3 prêmios no Prêmio Sesc do Teatro Candango: Melhor Direção, Trilha Sonora e Iluminação.

A experiência de unir os dois espetáculos da ATA em uma noite foi realizada pela primeira vez em setembro de 2016, no Teatro Oficina, em São Paulo. Para Hugo Rodas, o objetivo é valorizar ainda mais a encenação, já que ambos partem de um mesmo ponto: uma orquestra de atores que conta histórias.

Encenações

A OperATA oferece ao espectador um painel da obra recente de Hugo Rodas e sua trupe. Em Ensaio Geral, o amor é celebrado em colagens de textos de Hilda Hilst, Caio Fernando Abreu, Eduardo Galeano, dentre outros, em um suposto ensaio na casa de alguém regado a vinho, com estética inspirada na juventude e em grafites urbanos. Já Punaré & Baraúna é um musical autoral sertanejo sobre triângulo amoroso inspirado no romance de Luiz Bernardo Pericás – Cansaço: a longa estação. O mesmo cenário, vira pano de fundo para retratar este sertão qualquer e Amacaca canta a história destes personagens em 11 músicas originais.

Exclusivo em Goiânia

Cena do espetáculo "Adubo ou A Sutil Arte de Escoar pelo Ralo" (Foto: Divulgação)

Goiânia ganha mais um espetáculo nesta circulação. No dia 6 de maio, o grupo encena Adubo ou A Sutil Arte de Escoar pelo Ralo, como parte da Mini-Mostra Retrospectiva Hugo Rodas. Tendo um quadro negro escrito a giz ao fundo, a peça versa sobre a morte e tudo que a rodeia, em um texto rápido e denso dividido em blocos narrativos, sempre acompanhados de mudanças nos desenhos do quadro, uma metáfora sobre as transitoriedades da vida. A partir de cada história contada, o espectador é levado à risos e reflexões, alternando a visão da história sob as óticas de cada personagem.

Com 13 anos de estrada, Adubo já participou de dezenas de mostras e festivais, arrancando fortes aplausos por onde passa. “A importância do espetáculo  está no emocional e no preparo técnico dos quatro participantes que se entregam e se integram com absoluto comando cênico, com inteligência, talento, domínio vocal, corporal. Comoventes nesse jogo de ilimitada fé na sua vocação de interpretes”, comentou a atriz, Fernanda Montenegro, que assistiu à peça em sua passagem pelo Rio de Janeiro, em 2006.

 

Anote!

ATA Repertório – Ensaio Geral (2012) + Punaré & Baraúna (2015)

Data: 4 e 5 de maio (sexta e sábado)

Horário: 20h

Local: Centro Cultural da UFG – Goiânia

Ingresso: R$20,00 (Meia: R$10,00) na bilheteria do evento

 

Mini-Mostra:

Adubo ou a Sutil Arte de Escoar pelo Ralo (Mini-Mostra Retrospectiva Hugo Rodas)

Data: 6 de maio (domingo)

Local: Av. Universitária, 1533 – Setor Leste Universitário

Horário: 20h

Ingresso: R$20,00 (Meia: R$10,00) na bilheteria do evento

 

*Com informações de OlhO Comunicação Estratégica