Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

18ª edição do Goiânia Mostra Curtas tem início na próxima terça-feira (2)

Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp

(Foto: João Paulo Cardoso)

Um dos principais eventos culturais do calendário goiano, o Goiânia Mostra Curtas inicia sua 18ª edição na próxima terça-feira (02). Com seis dias de mostra, o público poderá conferir gratuitamente 77 produções audiovisuais de 15 estados brasileiros e o Distrito Federal. Divididos entre as cinco mostras competitivas – Curta Mostra Brasil, Curta Mostra Goiás, Curta Mostra Animação, 17ª Mostrinha e Curta Mostra Cinema nos Bairros -, serão exibidos 42 curtas de ficção, 17 animações, 13 documentários e 4 experimental.

O evento, que busca provocar e estimular a produção audiovisual no Centro-Oeste, traz para a edição deste ano curtas que retratam temas como intolerância, discussões de gênero, violência contra a mulher, religião e questões sociais, de forma a refletir sobre o papel inegável do cinema como ferramenta de expressão, representatividade e denúncia.

Mulheres no cinema

Maíra Bühler é a curadora da Curta Mostra Especial da 18ª Goiânia Mostra Curtas (Foto: Reprodução)

Além das mostras competitivas, o 18ª Goiânia Mostra Curtas também conta com a Curta Mostra Especial, única não competitiva. Para a edição de 2018, o tema abordado será “Gênero e Invenção: tornar-se mulher no cinema de curta-metragem contemporâneo”, uma reflexão sobre o papel das mulheres no cinema.

Para esta mostra, a curadoria foi da diretora, roteirista e antropóloga Maíra Bühler, que elegeu 12 curtas que pretendem ampliar o debate sobre relações de gênero, desconstruindo imagens fixas e estereotipadas da mulher e pensando na construção de novas narrativas e subjetividades.

A programação da Curta Mostra Especial ainda traz um debate sobre os desafios da desconstrução e da criação da imagem da mulher no cinema.

Também integra o programa da 18ª Goiânia Mostra Curtas o lançamento literário do livro “Feminino e Plural: mulheres no cinema brasileiro”, que será realizado no hall do Teatro Goiânia. Organizado por Karla Holanda e Marina Cavalcanti Tedesco, a publicação consiste em uma coletânea de textos sobre o cinema feminino brasileiro, dos primórdios na atualidade.

Premiações

O Troféu Icuman será entregue para os vencedores de todas as mostras competitivas (Foto: João Paulo Cardoso)

Para os filmes que integram a Curta Mostra Brasil, Curta Mostra Goiás e Curta Animação, o corpo de jurados avaliará as categorias de Melhor Filme, Melhor Direção, Prêmio Especial do Júri. Outro júri também será formado para a escolha das premiações do Júri Sesc TV, Júri CineBrasil TV e Elo Company.

Entre os prêmios entregues aos vencedores, estão locação de equipamentos, cursos de formação audiovisual, serviços de pós-produção, finalização, distribuição e prêmios de aquisição. Além dos prêmios cedidos pelas empresas de audiovisual, todos os curtas-metragens escolhidos pelos júris, incluindo o júri popular, também recebem o Troféu Icumam, criado pelo artista goiano Gilvan Cabral.

Programação

O grupo goiano Carne Doce se apresenta na abertura do evento (Foto: Reprodução)

Além da exibição dos filmes selecionados para o evento e a premiação, o festival ultrapassa o limite do Teatro Goiânia e chega até a Vila Cultural Cora Coralina, logo ao lado, onde serão realizadas atividades de formação profissional, como o Laboratório de Roteiros Audiovisual e a Feira Audiovisual, novidade neste ano.

Com coordenação de Leila Bourdoukan e curadoria de Ivan Melo, a Feira vai reunir painéis, máster classes, oficinas e um lounge de networking com importantes nomes do meio audiovisual do brasil e do mundo. A intenção é fomentar a atividade audiovisual brasileira, por meio da capacitação e da exibição de um panorama atual da produção nacional em curta-metragem.

A abertura do evento contará com pocket show da banda goiana Carne Doce, no Teatro Goiânia. Ainda na mesma noite, que terá início às 20h, o público poderá assistir o curta-metragem “Estátua!”, protagonizado por Maeve Jinkings, homenageada do festival ao lado da fundadora da Vitrine Filmes, Silvia Cruz.

O Cocada Coral é quem faz o pocket show na noite de encerramento (Foto: Reprodução)

O encerramento da 18ª Goiânia Mostra Curtas fica por conta do grupo Cocada Coral, no dia 7 de outubro (domingo), às 20h. Além da premiação, que ocorre nesta data, também será exibido o curta-metragem “Passageira S8”, de Bidu Queiroz, que tem a homenageada do festival Maeve Jinkings como protagonista da trama.

A entrada da 18ª Goiânia Mostra Curtas será franca. A programação completa pode ser conferida no site do evento: http://www.goianiamostracurtas.com.br/18/programacao/

Anote!
18ª Goiânia Mostra Curtas
Data: 2 a 7 de outubro
Local: Teatro Goiânia (Avenida Anhanguera com Avenida Tocantins, Setor Central)
Entrada: gratuita 

Cerimônia de Abertura
Data: 2 out (ter), às 20h
Homenagem: Maeve Jinkings e Silvia Cruz
Pocket Show: Carne Doce

Cerimônia de Encerramento
Data: 7 out (dom), às 20h
Performance Musical: Cocada Coral
www.goianiamostracurtas.com.br