Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Saiba quais são as tendências de decoração para 2022

Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
(Foto: Minh Pham/Unsplash)

Em 2020, nos vimos diante de uma realidade em que a reclusão ao ambiente doméstico tornou o lar um espaço multifuncional: local de trabalho, de lazer, de refúgio. Como consequência, veio o desejo de trazer, para dentro das casas, elementos que valorizassem e remetessem ao exterior: plantas, formas orgânicas, texturas e cores ligadas à natureza – o que se refletiu na decoração e na composição dos espaços interiores.

Essa tendência, observada em 2021, continuará em 2022. A indústria têxtil, por exemplo, aposta na cor verde como a que mais se destacará na próxima temporada – não apenas por evidenciar essa conexão com o bucólico, mas também pela sua associação com a sensação de bem-estar. Além do verde, sobressaem o marrom acinzentado, o azul escuro, o matiz rosa inspirado nas orquídeas, e até cores mais vibrantes e chamativas, para dar um ar mais descontraído aos ambientes. Os tecidos para a casa priorizarão o refinamento, buscando adicionar um toque de luxo e sofisticação ao design, além de trazer estampas retrô (que ancoram as pessoas à segurança do que de melhor se vivenciou nas décadas passadas), elementos orgânicos e matérias-primas naturais.

Estarão presentes as reedições do passado, que penetram o presente e o futuro, traduzidas na inserção de objetos decorativos carregados de história e de memória afetiva. A cor dourada, que comumente representa abundância, prosperidade, sucesso, prestígio, triunfo e elegância, continuará forte na decoração. Os móveis, a exemplo dos pufes e poltronas, deverão ser versáteis e aconchegantes.

A contínua busca pela proximidade com a natureza se revela no que se pode denominar “modernismo orgânico”, em que são valorizados a iluminação e materiais naturais: pedra, madeira, palha, além de uma decoração mais “autêntica”, na qual as possíveis imperfeições não são disfarçadas, mas sim celebradas, provando que o que é artesanal e duradouro também seduz.

Os ambientes deverão prezar o acolhimento, abraçando uma mistura de estilos e de camadas decorativas. O rústico e o moderno convivem em perfeita harmonia. Entretanto, o minimalismo permanece no que tange à elegância, à fluidez e à simplicidade – menos é sempre mais.

O conceito aberto continua em alta, ou seja, os espaços mais amplos e integrados – o que demonstra que várias funções estão sendo unificadas dentro da casa e, sendo assim, a unidade e integração também se vinculam à sensação de bem-estar e de conforto.

Em resumo, bem-estar é a palavra-chave para 2022, inclusive em matéria de decoração.  Priorize o viver bem, o se sentir bem, se cercando do que aquece e estimula a percepção do que, para você, é essencial. Essa é a maior tendência do nosso novo tempo.

(Foto: Marten Bjork/Unsplash)
(Foto: Kari Shea/Unsplash)

Alessandra Gomes – designer de interiores
(@alessandragomesdesigner)