Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Urban Jungle: as plantas ornamentais ideais para adotar na decoração de interiores

Especialista dá dicas de como aderir a tendência da “floresta urbana”, cada vez mais popular nas grandes cidades
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Urban Jungle é tendência cada vez mais popular na decoração (Foto: Timothy Buck/ Unsplash)

A necessidade de trazer um pouco mais de natureza para o lar e aliviar a atmosfera acinzentada e fria dos grandes centros urbanos, originou e popularizou uma tendência que incorpora plantas aos ambientes internos: a urban jungle. A prática, que ganhou muitos adeptos nos últimos anos, principalmente em 2020, vai muito além do âmbito estético e decorativo.

Intensificada pela instauração do distanciamento social e o fato das pessoas passarem mais tempo no interior de suas casas, a tendência de compor o ambiente residencial destacando as plantas é uma opção descomplicada e acessível para quem quer agregar personalidade e aconchego a qualquer espaço. E como escolher as espécies certas para conceber uma urban jungle?

Elizeu de Almeida, florista da Esalflores, maior rede de floriculturas do país, preparou uma lista com plantas que se adaptam bem a ambientes internos e possuem folhagens com formas marcantes ideais para agregar um aspecto harmônico, leve e intimista ao interior de casas e apartamentos.

Samambaias e Jiboias

Se encaixam bem como plantas pendentes dando um aspecto exótico à casa. As duas funcionam bem em cuias e vasinhos pendurados, mas a jibóia, por ser uma trepadeira, também pode crescer e se enrolar em outras estruturas, decorando-as com suas folhas verde-amarelas. Ambas adoram luz indireta, ou filtrada, nas horas mais amenas do dia. Também não suportam muito frio, por isso são perfeitas para interiores.

Ficus Lyrata

Em alta nas tendências de decoração e paisagismo, suas folhas grandes e aspecto rústico que chamam a atenção pelo formato escultural. Apesar de serem acostumadas ao sol forte, as ficus podem ser facilmente adaptadas a interiores e meia sombra. Há, inclusive, uma variedade própria chamada Ficus Lyrata Bambino, com folhas menores, mais acostumada a ambientes de luz reduzida.

Begônias

Ideais para os amantes de folhagens peculiares, as begônias podem ser encontradas em diversos tipos, com uma variedade de ramificações e tons. A mais famosa do momento é a Begonia Maculata, com pontinhos brancos que parecem pintados à mão. Outra que também tem conquistados os adeptos da Urban Jungle é a Begônia Dragonwing, ou “Asa de Dragão”, com folhas compridas e pontudas, que contrastam bem com seus cachos de flores avermelhadas.

Peperômias

Perfeitas para quem busca um toque mais tropical. As folhas redondas e tonalidades vivas criam um elegante contraste em qualquer ambiente. Uma das mais valorizadas no momento é a Peperômia Raindrop, nativa das beiras dos rios da Ásia, que se mantem saudável dentro de residências e surpreende pela beleza.

Costela de Adão

Queridinha dos “pais e mães” de plantas, possui uma folhagem grande e curiosamente recortada que preenche o espaço com imponência e graciosidade. Há quem prefira, também, a sua versão mini, cujas folhas não crescem tanto, mas mantém as características com furinhos e detalhes interessantes.

Cactos e Suculentas

Garantia de beleza e personalidade para qualquer ambiente da casa, essas plantas esculturais, precisam de bastante sol, então devem ser deixadas sempre perto de janelas, onde recebam muita luz por longos períodos. No entanto, seu ponto forte é que quase não precisam ser regadas, pois possuem reservas excelentes de água, criadas para suportar semanas (ou até meses) de estiagem.