Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Móveis coloridos são aposta para o verão

Um mobiliário planejado bem resolvido pode trazer a alegrias e as cores que são a cara da estação mais quente do ano
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp

O verão traz consigo toda a alegria e cores que são a cara da estação. Sendo assim, quando se trata dos nosso lar, nada melhor do que aproveitar o período para dar aquele up nos espaços, afinal, as cores têm o poder de renovar ambiente.

Para aqueles que amam inovar na decoração, os móveis coloridos podem ser um excelente jeito de começar. E o melhor de tudo é que não precisa fazer grandes mudanças para transformar completamente o visual da casa.

Abaixo, confira dicas simples e eficientes que a Simonetto preparou para nos auxiliar nessa função:

Decoração minimalista

O mais legal de investir em móveis coloridos é que eles são muito versáteis. Uma das possíveis opções é optar por um tema minimalista. Ele é ideal para destacar elementos em um ambiente doméstico. Sua principal característica é colorir um ambiente mais neutro apenas alguns móveis, o que resulta em um aspecto clean e sóbrio.

(divulgação/ Simonetto)

Combine diferente cores

É possível combinar cores diferentes sem que elas entrem em conflito. Para isso, é preciso buscar o equilíbrio entre os tons e os tamanhos. Um exemplo, é combinar um sofá laranja com parte da mobília no tom salmão. O contraste será amenizado pela diferença de tamanho entre as peças. Outra forma é optar por nuances que sejam semelhantes, sendo mais fácil de mesclá-las.

(divulgação/ Simonetto)

Sem exageros

Para evitar combinações exageradas nada melhor do que planejar bem as escolhas. Então, analise o cômodo e tente visualizar como os móveis se encaixam no ambiente e como eles podem combinar entre si. Assim se evita o investimento em uma mobília com cores que não harmonizam juntas, resultando em um espaço com visual confuso.

(divulgação/ Simonetto)