Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

La vie en rose

Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp

Rose Vaz insere responsabilidade social no solarium do paisagista

Apesar da semelhança do nome, a arquiteta Rose Campos Vaz só assumiu a paixão pelo cor-de-rosa já adulta. Foi na terceira gravidez, de uma menina, que começou a usar e se inspirar na cor. Com ares dos românticos solários franceses, o Solarium do paisagista trouxe as apostas da também paisagista para a Casa Cor 2014. Não faltaram sensações e muita vegetação. Não ao acaso, as grandes estrelas do ambiente são as orquídeas e hortênsias cor-de-rosa. Concebido para uma mulher amante da natureza e romântica, o espaço preza pela tranquilidade e acolhimento. Da escolha do mobiliário aos acessórios, o objetivo da também designer de interiores foi manter a linearidade. Para conferir aconchego e plenitude, foram utilizados materiais semelhantes no piso amadeirado e no mobiliário asiático. Ambos têm acabamento em pátina que acaba se misturando – propositalmente – ao olhar. “A pincelada de cor fica mesmo com as flores, e com o azul, que é tendência nesta temporada”. Em parceria com o projeto jovens do futuro – que atende adolescentes e crianças com arte, esporte e cultura -, Rose criou uma instalação de painéis-cachepô. A peça piloto foi esculpida por ela em argila, depois foi gerada uma fôrma em fibra de vidro, que possibilitou a modelagem das placas em cimentício pelos jovens do projeto, mantido pela prefeitura de Quirinópolis, que, montadas como um painel, recebem orquídeas spathoglottis. “O uso do cimentício em relevo é uma tendência atual. eu quis criar algo novo para áreas externas, fugindo um pouco dos jardins verticais. Daí tive a ideia de introduzir o cachepô nas peças de concreto”, afirmou Rose.

Mobiliário e revestimento de piso com acabamento em pátina dão charme ao espaço