Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Edição 2016 da Morar Mais por Menos começa em Goiânia

Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp

No próximo dia 18, a Morar Mais por Menos Goiânia 2016 abre suas portas para visitação. Instalada este ano de forma inédita em um edifício residencial – o Palco Vaca Brava, empreendimento da Construtora Bambuí, localizado no Jardim América – a mostra terá 26 ambientes decorados por 45 profissionais, distribuídos em 4 apartamentos e toda área de lazer ocupando no total 2.800 m².

Com a proposta “HIGH and LOW”, os ambientes da mostra apresentarão soluções criativas e sustentáveis, junto a itens mais caros e sofisticados, dimensionando com charme e estilo o custo final dos projetos. Os jovens arquitetos, designers de interiores e paisagistas tiveram como desafios a otimização dos espaços, o reaproveitamento de materiais com uso funcional, a integração das soluções com tecnologias acessíveis e sempre mostrando estilos próprios. Móveis multifuncionais, jardins internos, objetos de arte, artesanato e bricolagem, conferem a exclusividade, cheios de alma.

“Esse ano tivemos a oportunidade de trabalhar com materiais descartados na própria obra do Palco Vaca Brava. Estamos orgulhosos dos resultados obtidos com o reuso dos resíduos da própria obra tais como telhas, restos de madeira, vergalhão, vidro, concreto, entre outros que, se fossem parar no lixo, estariam poluindo o ambiente, mas aqui na Morar Mais encontraram novas e surpreendentes funções. É gratificante mostrar isso ao visitante e contribuir para essa nova mentalidade. Quando este tipo de primícia é trabalhada também pela Construtora compreendemos que esta é visão certa a ser trabalhada junto aos jovens arquitetos e designers que participam do evento. Aqui, trabalhamos em busca do design acessível  ‘’ comemora Soraia Prates curadora da mostra.

Os resultados podem ser vistos já na fachada: as arquitetas Marina Manrique, Natalia Crosara e Rhayanne aproveitaram alguns pallets da obra para compor um tabuleiro de xadrez contornados com cacos de telha gerando uma paginação na laje da platibanda da entrada.

Na Praça Gourmet, projetada e executada pelo arquiteto e urbanista Luís Aurélio Fontana e pelo designer de interiores Luiz Felipe Benjamim, tábuas e ripas constituíram os painéis, jardineiras e cachopo, madeiras descartadas na fabricação de portas fizeram as tramas do pergolado (que remetem a um ninho de gravetos), restos de pisos, revestimentos e tijolos foram quebrados para substituir forrações convencionais. A luminária é apoiada em vergalhão enferrujado, com formato de Balaio, iluminação de LED, com globo de vidro descartado.

Os vergalhões ainda foram parar na Academia projeto das arquitetas e urbanistas Natália Crosara e Rhayanne Kuckelhaus: lá, eles são uma estante para os equipamentos de ginástica.

DESIGN ACESSÍVEL

O design acessível tem deixado de ser apenas uma grande tendência e vem se mostrando não só necessário, mas também selando o estilo cool, despojado e jovem de ser na contemporaneidade. As peças autorais são especialmente valorizadas por exemplificarem essa busca da solução sustentável. Por isso mesmo, já há algum tempo, o evento Morar Mais só tem apostado no frescor e na renovação de novos talentos, revelando uma vocação natural do evento de ser uma extensão do conhecimento. Nessa edição, 95% do elenco de profissionais são novatos na mostra, alguns ainda na faculdade. Plugados com as novidades, é a nova geração do design e na mostra são estimulados a buscar soluções feitas com as próprias mãos, criando peças de design ou de reuso fabricadas a partir de sucatas e com reaproveitamento diversos que, depois podem ganhar o mercado com itens exclusivos.

Os fornecedores consequentemente acompanham esse movimento lançando produtos mais sustentáveis, seja na fabricação, na aplicação ou no uso dos materiais. A tecnologia tem aberto os caminhos para a economia de energia, ampliando aproveitamento consciente dos recursos naturais.

Lembrando que um dos pilares da Morar Mais por Menos é o preço exposto. Todas as peças, mobiliários, acabamentos e outros itens estão à venda durante o evento. É a oportunidade do público ver a criatividade aplicada nos ambientes, se abastecer de ideias, conhecer profissionais e adquirir produtos funcionais e exclusivos.