Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Designuviando estreia em quatro ambientes na Casa Cor Brasília

Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp

Jardim do Jornalista, ambiente de Maria Rúbia Magalhães na Casa Cor Brasília 2018 (Foto: Edgard Cesar

Uma iluminação bem planejada faz toda a diferença em um ambiente. Na Casa Cor Brasília, não poderia ser diferente. A mostra de decoração, que teve início em 12 de setembro e termina na próxima terça-feira (30 de outubro), trouxe espaços com luminárias e spots de luz

A Designuviando, empresa dos sócios Sayuri Morinishi e Rachidh Homsi, se consolida em quatro ambientes da mostra com iluminação conceituada e execução de projetos. Um deles é o Jardim do Jornalista, assinado pela paisagista Mara Rúbia Magalhães, que aposta no minimalismo e destaca apenas elementos pontuais como as luminárias esféricas. Em polietileno, as peças penduradas no pergolado e nos postes são responsáveis por acentuar o revestimento, mobiliário e a vegetação tropical. Além do luminotécnico, a empresa assina toda a execução do jardim. Varanda do Florista, de Elder Galvão (Foto: Gillian Caetano)

Em parceria com o arquiteto Elder Galvão, a Varanda do Florista ganhou verdadeiras peças de arte assinadas por designers nacionais renomados, como a luminária Bubble do Tiago Curioni e a Peso da Tomada. O paisagismo é pontuado com iluminação exclusiva para a área externa.

Espaço feito à mão, de Aline Ferreira e Julyanne Alves (Foto: Paula Arantes)

No Espaço Feito à Mão, das arquitetas Aline Ferreira e Julyanne Alves, a Designuviando realizou a execução da loja e apostou em uma iluminação geral mais conceitual indireta. Nos pendentes, as lâmpadas de filamento de carbono que permitem a dimerização do espaço proporcionam a integração do visitante ao ambiente. Os soquetes são de cobre e de concreto.

Praça Bárbara, de Leo Romano (Foto: Jomar Bragança)

Já na Praça Bárbara, do arquiteto Leo Romano, os spots de luz ajudaram a iluminar em volta da estrutura principal, deixando o salão de festas pronto para receber eventos durante a noite.