Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Aconchego no Spa

Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp

Arquiteta Karine Espírito Santo

Estresse do dia a dia, cansaço e rotina da vida moderna levaram a arquiteta Karine espírito Santo a se inspirar na natureza para criar o Spa da Casa Cor 2014. Um levantamento da international Stress management association (associação internacional do Controle do estresse), publicado em 2013, aponta o Brasil como o segundo país com o maior nível de estresse do mundo. De cada dez trabalhadores, três pelo menos sofrem da chamada síndrome de Burn out – que é o esgotamento mental intenso causado por pressões no ambiente profissional. Sendo assim, o spa tornou-se muito mais do que um sonho de consumo: é uma realidade e necessidade de quem tem uma rotina pesada. Em sua quarta participação na mostra, a veterana misturou sustentabilidade e contemporaneidade, criando um espaço dedicado ao casal, ou mesmo à família, que promete relaxar tanto o corpo quanto a mente. “Quero que as pessoas sintam o ambiente acolhedor, o ‘calor’ da madeira, e não apenas um ambiente bonito e frio”, explica. Para tanto, a profissional selecionou cada material usado, de maneira que a natureza fosse prestigiada, sem perder o frescor e a atualidade – necessários para uma mostra como a Casa Cor. Entre eles, destaque para o piso hitam, importado pela aldeia acabamentos, um revestimento natural obtido pela extração de lava vulcânica, prateleiras em troncos da nobre rústico, o piso fortiori de bambu prensado e o decopainel da Summerflex em madeira cumaru que reveste a parede principal.

 Arquiteta aposta em madeira e iluminação cênica para o Spa da casa

O espaço privilegia o uso de elementos naturais, como madeira, pedras e a própria queda d’água nos nichos verticais em aço corten. Karine conta que a ideia foi desenvolvida a partir de árvores que já estavam no local. “Comecei a planejar a partir das léias que já existiam no terreno. O efeito, depois de pronto, é que elas estão em vasos e foram colocadas ali, mas não, já estavam aqui antes. É uma maneira de respeitar a natureza e aproveitar o que já se tem. Uma tendência atual”, revela a arquiteta. O spa conta com hidromassagem e encostos de cabeça para duas pessoas. “A sensação de calmaria e tranquilidade quando se está no spa é única. Soma-se ao conforto e ao entretenimento da tv e o difícil é querer sair”, brinca. Percebida em vários ambientes, a iluminação cênica também tem seu lugar. Sem luz direta, o ambiente ganha charme extra à noite. Vale mencionar As luminárias de fibra para área externa da illuminato e a projeção de sombras das obras de arte em forma de pássaros, assinadas pelo artista plástico Rogério Fernandes. Ele transforma matérias orgânicas em esculturas, que, presas ao teto, conferem uma sensação de flutuação e leveza. “O trabalho dele é incrível. Rogério utiliza apenas raízes de árvores em decomposição para produzir sua arte”, ressaltou ela. Mobiliário elegante Mac na mesma madeira cumaru, envolvido na fibra sintética, aliado ao requinte e design harmônico e funcional, transmite a verdadeira arte de viver bem. Destaque para as camas Zen Dondo, que combinam elegância no design com muito conforto. Tecidos em diferentes texturas e cores sóbrias conferem o contraste do claro e escuro, revelando um toque de sofisticação.