Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Nasal tip: complexa cirurgia de contorno da ponta do nariz pode mudar e muito a harmonia da face

Com estrutura complexa, pouca irrigação sanguínea e pele com pouca espessura, cirurgia de contorno da ponta nasal deve ser feita apenas por profissionais experientes para evitar deformidades
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp

Você pode sonhar em ter o nariz de algum famoso, mas o melhor para a harmonia facial é que ele esteja de acordo com os seus traços estéticos. E um dos pontos mais complexos em uma cirurgia de rinoplastia é o contorno da ponta do nariz. “A ponta nasal é a parte mais desafiadora do procedimento. Isso acontece porque ela tem uma estrutura complexa, pouca irrigação sanguínea, uma pele de espessura muito fina e com uma textura de envelope dificultam o trabalho e as manobras cirúrgicas. Por esse motivo, o procedimento só deve ser feito por um médico experiente”, diz o cirurgião plástico Dr. Mário Farinazzo, membro Titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP), Chefe do Setor de Rinologia da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP) e Cirurgião Instrutor do Dallas Rinoplasthy™. “A mudança na ponta nasal deve ter por base a definição, projeção e rotação, além do comprimento nasal. Quando bem feita, a cirurgia pode trazer excelentes resultados para a harmonia facial e até um efeito rejuvenescedor”, explica o médico.

As principais alterações em cirurgias desse tipo são em pacientes com a ponta nasal larga, estreita ou caída. De acordo com o Dr. Mário, os contornos nasais ideais são caracterizados por uma linha estética da ponta do osso do nariz (entre os olhos) e prossegue inferiormente à ponta onde a linha termina a margem alar (onde começa a ponta do nariz em cada lado). “Essa é uma das características desejáveis de uma ponta nasal com contornos favoráveis e é claramente refletida pela triangularidade da base do nariz”, diz o médico.

Uma das técnicas mais interessantes para trazer resultado à ponta do nariz é a rinoplastia preservadora, que tem como pilar também preservar as cartilagens da ponta nasal, além do dorso. “A rinoplastia preservadora tem como objetivo corrigir problemas estéticos e funcionais do nariz de maneira menos agressiva que a rinoplastia estruturada, técnica tradicional que, apesar de trazer bons resultados a longo prazo, exige longo período de recuperação e causa dificuldades caso seja necessária uma segunda intervenção”, explica o Dr. Mário Farinazzo, um dos pioneiros da técnica no Brasil. “Por meios de cortes internos, o cirurgião identifica e separa as estruturas chaves do nariz, moldando cartilagens e estruturas ósseas. A sustentação é feita através de ligamentos naturais presos à pele e, como resultado, o nariz fica com uma aparência mais natural e harmônica, além de preservar quase que completamente sua elasticidade e mobilidade originais. É principalmente nesse ponto que a rinoplastia preservadora se diferencia da rinoplastia estruturada, pois na técnica tradicional o nariz é completamente desmontado e ao ser remontado, o que é feito por meio de enxertos de cartilagem retirados do próprio septo, tende a se tornar mais rígido”, afirma.

Mas independente da técnica, o mais importante é buscar um cirurgião plástico experiente, já que erros na região podem piorar muito a aparência. Casos em que a ponta nasal torna-se cada vez mais fina dificultam a correção posterior. “O uso de enxertos se faz necessário quando isso ocorre. Por isso, o mais importante é que você busque um cirurgião plástico que tenha experiência para realizar o diagnóstico correto e indicar a melhor técnica para você”, finaliza o Dr. Mário Farinazzo.