Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Hidratação dos pés à cabeça é a melhor maneira de combater o ressecamento da pele no verão

Exposição direta à radiação solar durante a estação mais quente do ano pode ressecar a pele, o que pode ser resolvido por meio de cuidados específicos para cada região do corpo
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp

A pele é o nosso maior órgão, recobrindo cada centímetro do corpo. Apesar disso, cada parte do corpo possui necessidades e características específicas. Por exemplo, a pele das mãos e do rosto é mais fina e sensível, enquanto o tecido dos pés é mais grosso e resistente. Mas, independentemente da região, a hidratação diária é indispensável. “A hidratação é fundamental para a saúde da pele, pois é a etapa responsável por recuperar as características normais do tecido, equilibrando e mantendo a concentração de água em suas diferentes camadas, o que resulta em uma pele mais viçosa e saudável. Além disso, a hidratação adequada mantém a barreira cutânea em funcionamento, protegendo contra a perda d’água e a ação de microrganismos nocivos”, explica a dermatologista Dra. Claudia Marçal, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia. No verão, esse hábito é ainda mais importante, pois a exposição direta e prolongada à radiação UVA e UVB, que são mais fortes nessa época do ano, pode favorecer a desidratação do tecido e piorar o ressecamento. Então, para te ajudar nessa etapa do skincare, reunimos um time de especialistas para explicar como hidratar cada região do corpo durante a estação mais quente do ano. Confira:

Rosto

No verão, sofremos mais com oleosidade do rosto e alguns produtos podem deixar a pele excessivamente pegajosa, o que pode tornar incômodo o hábito de hidratar a pele. Nesses casos, vale a pena testar hidratantes faciais mais fluidos, como o sérum. “Com rápida absorção e fórmula concentrada, sendo capaz de levar ativos de maneira mais eficaz para a pele, o sérum é especialmente interessante para ser usado no verão, pois, devido a sua textura leve e fluida, o produto não deixa a pele com aspecto brilhante ou pegajoso”, afirma a dermatologista Dra. Paola Pomerantzeff, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia. E o melhor é que os séruns podem conter uma diversidade de ativos.
Para o verão, o ideal é optar por produtos formulados com antioxidantes, como a Vitamina C. “A Vitamina C é um poderoso antioxidante que confere ação reparadora, já que protege a pele contra os estragos da oxidação causada pelos radicais livres, ameniza rugas e linhas de expressão, visto que é um dos fatores essenciais na síntese de colágeno, e ainda é capaz de uniformizar o tom de pele, clareando e prevenindo manchas”, recomenda o Dr. Lucas Fustinoni, médico divulgador científico nas áreas de Tricologia e Estética, Fellowship de Estética em Miami e membro da World Trichology Society. Uma opção interessante para quem deseja apostar em séruns de Vitamina C é o C 20 Serum, da Ada Tina Italy, um sérum de Vitamina C estabilizada que possui toque seco, textura fluida e rápida absorção que não arde ou torna a pele oleosa, podendo assim ser usado para clarear manchas e reduzir rugas e linhas de expressão.

(Divulgação)

Cabelos

Os cabelos também sofrem muito no verão. “O nosso eixo capilar é composto de 80% a 90% de proteína. Como os raios UV têm capacidade de quebrar proteínas, é evidente que nosso cabelo sofre muito com a exposição ao sol, o que, combinado aos danos do cloro e do sal ao quais também somos expostos nessa época, torna os fios ressecados e quebradiços”, explica a Dra. Paola. Por isso, é interessante apostar semanalmente na hidratação capilar com máscaras poderosas para tornar os fios mais resistentes aos danos normais do período. “É interessante apostar em ativos que fortaleçam os cabelos, como o Hydra.Sil, que ajuda a manter e proteger a hidratação capilar interna. O AMDM é outro ativo muito importante, pois promove o aumento da oxigenação celular e da produção de energia nas células, o que melhora o fluxo de nutrientes e ajuda a proteger o cabelo”, aconselha a Dra Claudia. As cápsulas cm Exsynutriment podem ajudar na força e estruturação dos fios.

Barba

Assim como os cabelos, a qualidade dos fios da barba também pode piorar durante o verão. “Fatores como a exposição excessiva dos pelos faciais ao sol, mar e piscina causam o ressecamento dos fios, deixando-os quebradiços e opacos. Por isso, quando exposta ao sol e ao calor do verão, a barba precisa de hidratação adequada para manter-se saudável. O uso de óleo para barba pode reduzir esse mal”, afirma o Dr. Lucas Fustinoni. O Óleo para barba Venice, da B.URB hidrata, revitaliza e amacia os fios instantaneamente, deixando a barba leve, com fios soltos e brilhantes.

(Divulgação)

Corpo

A pele do corpo tem uma quantidade menor de glândulas sebáceas e, por isso, é naturalmente mais seca, devendo então ser hidratada com produtos formulados em veículos mais pesados, como o Nutribalm Lipid Replenish, da Ada Tina Italy, um hidratante corporal com Niacinamida Clareadora de textura leve e macia capaz de hidratar, nutrir, proteger e manter a pele integra e saudável, sendo assim para prevenir o envelhecimento e o escurecimento da pele. “Mas atente-se na hora de aplicar os hidratantes corporais para não deixar de lado regiões como os joelhos e cotovelos. A aplicação deve ser uniforme, sempre com movimentos circulares e uma leve massagem. Além disso, cuidado para não realizar movimentos muito bruscos e repetitivos, que podem irritar a pele, fazendo com que os produtos percam o seu efeito. Lembre-se também de aplicar os hidratantes após o banho para melhorar a penetração dos ingredientes cosméticos”, diz Isabel Piatti, Consultora Executiva em Estética e Inovação Cosmética e conselheira do Comitê Técnico de Inovação da Buona Vita.

(Divulgação)

Lábios

Muitas pessoas esquecem de hidratar os lábios, que, assim como o restante do corpo, também sofrem com ressecamento, inflamações e envelhecimento precoce. “Os lábios não têm a mesma concentração de glândulas sebáceas que a pele facial e são constantemente expostos a fatores ambientais, como o sol, além do hábito de lamber os lábios e o uso cosméticos. Todos esses fatores podem ressecar a barreira da pele, causando irritação, inflamação e descamação”, afirma a Dra Paola. A solução para esse problema é apostar na hidratação diária dos lábios através do uso dos lip balms, como o Balm Labial Reviver, da Buona Vita, que atua na hidratação e regeneração dos lábios, conferindo propriedades cicatrizantes, anti-inflamatórias e antimicrobianas para manter os lábios suaves, bonitos, sedosos e livres do ressecamento.

(Divulgação)

Mãos

As mãos são uma das áreas mais agredidas pelos agentes externos, pois, além de possuírem a pele mais fina, estão constantemente expostas. “A epiderme das mãos, camada mais superficial da pele, sofre grande ressecamento devido à ação externa de agressores como o sol, tempo e a poluição, além do fato de lavarmos as mãos com frequência excessiva. Como resultado, a mão costuma ser uma das primeiras áreas a alertar sobre o envelhecimento da sua pele”, diz a Dra. Beatriz Lassance, cirurgiã plástica e membro titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica. Dessa forma, hidratar as mãos todos os dias é o cuidado mais básico para quem quer ter mãos jovens e bonitas. O ideal é optar por produtos de alta capacidade hidratante, como o Reviver Creme para Mãos, da Buona Vita, que forma uma luva natural sobre a pele da região para proporcionar alto poder de proteção e hidratação ao tecido.

(Divulgação)

Pés

Devido ao calor, é comum que algumas pessoas optem por andar descalço em casa, mas o hábito pode prejudicar a saúde da pele dos pés.  “Quando em contato direto com o chão, os pés sofrem muito com o atrito, pois absorvem todo o impacto do caminhar. Além disso, a pele dos pés fica exposta a sujidades, que fazem com que a umidade natural da região seja perdida. O resultado é o surgimento de pele ressecada, áspera e grossa”, explica a Dra. Paola Pomerantzeff. Por isso, além de optar pelo uso de chinelos ao invés de andar descalço, o ideal é hidratar os pés diariamente, de preferência no período da noite após o banho. “Comece esfoliando os pés para retirar o excesso de proteína morta. Em seguida, faça uma hidratação para evitar o efeito rebote, com consequente aumento da aspereza da pele. Para isso, utilize produtos formulados com ativos como lanolina, vaselina, manteiga de karité, vitamina E, vitamina B5, ureia e nutriômega 3, 6, 7 e 9”, recomenda a dermatologista Dra. Claudia Marçal.

Por fim, lembre-se que, durante o verão, a fotoproteção da pele é até mais importante que a hidratação. “O fotoprotetor é o creme antienvelhecimento mais importante, pois preserva as estruturas da pele por meio da proteção contra os danos cumulativos da radiação ultravioleta, que pode acelerar o envelhecimento precoce, causar manchas, rugas, flacidez e até doenças sérias como câncer”, finaliza o Dr. Daniel Cassiano, dermatologista da Clínica Gru Saúde e membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia.