Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

5 cuidados simples para combater o ressecamento da pele durante o inverno

Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Foto: Divulgação

Time de dermatologistas aponta cuidados fundamentais para evitar que a desidratação, a vermelhidão e a descamação causadas pelo clima frio acometam a pele

A pele exige cuidados durante o ano todo para se manter saudável. Porém, com a chegada do inverno, a atenção com a rotina diária de cuidados com a pele deve ser redobrada, pois o clima frio e o ar seco, características dessa estação, influenciam na saúde e qualidade do tecido cutâneo. “A baixa umidade do ar e a queda da temperatura levam a uma diminuição da transpiração corporal. Dessa forma, a pele torna-se mais ressecada e áspera, podendo até mesmo apresentar descamação e vermelhidão em algumas áreas”, explica a dermatologista e tricologista Dra. Kédima Nassif, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) e da Associação Brasileira de Restauração Capilar. Para ajudar você a combater esse problema, reunimos um time de dermatologistas para dar dicas sobre como combater o ressecamento da pele durante o inverno. Confira:

Aposte em um umidificador: O umidificador permite controlar o ar no ambiente, mantendo-o úmido, o que, consequentemente, ajuda a manter a pele equilibrada, hidratada e longe do ressecamento. “Os umidificadores ajudam a aumentar os níveis de hidratação do ar, forçando a umidade para o meio ambiente, sendo assim especialmente úteis durante esses meses mais frios do ano. Dessa forma, o uso do umidificador para manter a pele livre do ressecamento é benéfico para todos os tipos de pele, mas principalmente para pacientes que sofrem de eczema, psoríase ou têm a pele seca”, afirma a dermatologista Dra. Claudia Marçal, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia. Porém, não se esqueça de limpá-lo regularmente. “Os umidificadores precisam ser limpos pelo menos uma vez por semana. Se não for devidamente limpo, eles podem se tornar um terreno fértil para bactérias, fungos, leveduras e até mesmo mofo”, diz a médica. Como você não quer nenhum deles no ar que respira, anote a dica: para limpar o seu umidificador, use apenas sabão e água (ou vinagre) e certifique-se de secá-lo completamente antes de reabastecer.

Cuidado com os excessos: Cuidar da pele é fundamental, principalmente durante o inverno. Mas tome cuidado para não exagerar nos cuidados com o tecido cutâneo, sob o risco de aumentar ainda mais o ressecamento da pele. “Devemos nos atentar principalmente aos produtos de limpeza, já que alguns deles tendem a ser muito agressivos, removendo a boa oleosidade da pele e causando um efeito rebote, reação compensatória da pele, que, ao ter sua camada de proteção removida, passa a produzir mais gordura como forma de defesa, resultando, consequentemente, no aumento da oleosidade da pele”, destaca a Dra. Claudia. Por isso, durante o inverno, é importante fazer uso de cosméticos que realizem a higienização da pele sem agredir o tecido, como a Emulsão de Limpeza, da Buona Vita, uma fórmula multifuncional de composição suave que restabelece a pele, acentuando sua renovação e ajudando a remover impurezas e células mortas sem retirar sua proteção natural.

Hidrate-se: “Apenas o uso de produtos tópicos não é o suficiente para manter a hidratação da pele e combater o ressecamento. A ingestão diária de água também é fundamental para combater a desidratação do corpo e, consequentemente, da pele, tornando-a bonita, saudável e protegida”, afirma a Dra. Kédima Nassif.

Evite produtos com fragrância: As fragrâncias estão presentes na maior parte dos produtos para melhorar seu odor. “Porém, essas substâncias podem causar desidratação e prejudicar a barreira de proteção da pele, agravando ainda mais o ressecamento da região”, alerta a dermatologista Dra. Paola Pomerantzeff, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia. Também é necessário ficar atento aos produtos e ingredientes que podem contribuir para a sensibilização da pele, favorecendo o surgimento de irritação, vermelhidão e alergias. “Então evite a utilização de cosméticos formulados com fragrâncias e conservantes, além do uso indiscriminado de ativos como retinol e alfa-hidroxiácidos”, aconselha.

Reforce a barreira de proteção da pele: De acordo com a Dra. Paola, devemos adaptar os produtos do necessaire ao inverno, procurando por cosméticos que privilegiem a pele nessa estação. “O ideal é buscar produtos cujos veículos sejam à base de Fosfolipídeos, que formam uma segunda pele e protegem a pele de forma mais efetiva diminuindo a perda de água por evaporação”, destaca a Dra. Paola. “A associação do ácido hialurônico de alto e baixo peso molecular também é uma ótima opção, pois os ativos atuam em sinergia para estimular a produção de hidratação natural em todas as camadas da pele”, comenta. Então, aposte em produtos como o Compative Balm 10, da Ada Tina Italy, um potente hidratante indicado para peles normais, secas e ressecadas, e capaz de proporcionar reparação profunda dos danos causados por agressores externos como o tempo frio.