Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

10 maneiras de fortalecer a barreira de proteção da pele

Ter uma pele mais resistente contra agressões é a melhor maneira de evitar sensibilidade, envelhecimento precoce e até doenças.
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
fortalecer a barreira de proteção da pele
Foto: Divulgação

Além de ajudar a conferir beleza estética, o tecido cutâneo tem diversas funções, como amortecimento, termorregulação, lubrificação e elasticidade, mas o seu principal papel é de barreira de proteção. “Pode não parecer, mas nesse momento sua pele está trabalhando duro; o trabalho mais difícil é a camada superior, a barreira da pele. A epiderme é essencialmente constituída por uma célula principal, o queratinócito, responsável pela produção de queratina. A queratina devido à resistência e impermeabilidade é a responsável pela proteção da pele. Existem também outras células, os melanócitos, que são responsáveis pela produção de melanina, que tem como principal função a proteção da pele, por meio da produção de pigmento. A epiderme possui ainda células responsáveis pela imunidade: as células de Langerhans”, explica o Dr. Lucas Fustinoni, médico divulgador científico nas áreas de Tricologia e Estética e membro da World Trichology Society. “Mas com constantes agressões e o processo natural de envelhecimento, pode ocorrer o afinamento da pele, a diminuição das células de defesa e da vascularização e, com isso, há um enfraquecimento dessa capacidade de proteção e um risco maior de aumento de infecções”, comenta o médico.

De acordo com o médico, a barreira da pele é muito parecida com um guarda de segurança, que existe para impedir que problemas potenciais passem e para proteger o que está dentro. “É a fraqueza deste escudo que é a causa subjacente da pele sensível. Uma barreira cutânea fina, fraca ou danificada permite a entrada de agentes irritantes ou irrita mais facilmente e, portanto, construir essa camada superficial pode ser a chave para reduzir a sensibilidade da pele a longo prazo”, diz o médico. “O estrato córneo é uma camada especializada que forma a parte mais externa da nossa epiderme. É uma linha de frente vital, protegendo-nos contra os perigos do meio ambiente; UV, poluição, infecção, produtos químicos tóxicos e assim por diante. Em uma nota mais superficial, é a parte que vemos, então é muito importante do ponto de vista cosmético”, explica o médico. Abaixo, o especialista destaca os 10 principais pontos para fortalecer a barreira da pele:

  1. VOLTE AO BÁSICO: Rotinas de skincare excessivamente complicadas (double-cleasing por exemplo) são apenas para procurar problemas. “Mantenha a simplicidade: limpe, tonifique, hidrate e proteja. Livre-se de produtos com adstringentes com álcool em alta concentração. E evite produtos de limpeza abrasivos, que retiram o manto de gordura e água que formam nosso Fator Hidratante Natural”, diz o médico.
  2. SEM ESFREGA-ESFREGA: Esfoliação física pode ser feita, mas use esfoliantes com grânulos finos e ingredientes naturais, como a semente de apricot ou a seda de arroz. “As pessoas estão usando escovas de limpeza muito duras para seu tipo de pele e desenvolvendo problemas como consequência”, aconselha. Lembre-se de fazer movimentos circulares suaves quando aplicar o esfoliante, para não irritar a pele.
  3. APOSTE NOS INGREDIENTES CERTOS: Como sempre acontece com problemas de pele sensíveis, ler os rótulos de seus produtos é fundamental para ter certeza de que está obtendo tudo que precisa. “A niacinamida é um ótimo ingrediente para experimentar. Ela aumenta a produção de ceramida, melhorando assim a função de barreira lipídica. Também recomendo o uso de um hidratante com óleos vegetais que ajudam a acalmar e reparar a função de barreira”, diz o médico.
  4. CUIDADO COM O SEU PH: Detergentes (por exemplo, Lauril Sulfato de Sódio) são os maiores inconvenientes para uma barreira de proteção eficiente. “Eles retiram da pele seus óleos naturais, deixando a barreira seca, exposta e suscetível a irritações. Eles também têm um efeito alcalinizante na pele, desequilibrando o pH e interrompendo os processos naturais da pele. Ácidos como o salicílico, por exemplo, também só devem ser usados com recomendação médica, pois removem as camadas superiores da pele.”
  5. CUIDADO NO BANHO: Limpe o rosto com água morna. Os chuveiros e banheiras não devem ser excessivamente quentes, pois a alta temperatura prejudica a hidratação da pele.
  6. FAÇA ALGUMA LIMITAÇÃO DE DANOS: Não se trata apenas de construir a barreira – você também precisa dos ingredientes que irão minimizar quaisquer agressores da sua pele. “A proteção contra os danos dos radicais livres pode ajudar a manter uma barreira forte para a pele, então procure antioxidantes em seus produtos. Se você tem pele sensível, extratos naturais com poderosas propriedades antioxidantes são uma boa opção (por exemplo, vitamina E natural)”, explica o médico. “Assim como os lipídios, você precisa de bons antioxidantes e anti-inflamatórios – vitaminas A, C e E, extrato de chá verde ou mesmo alimentos como gengibre, romã e frutas e vegetais coloridos ajudarão.”
  7. NÃO SE ESTRESSE: Sua pele é seu maior órgão e precisa ser cuidada de dentro e de fora. “Certifique-se de usar os produtos certos que protegem e reparam a barreira da pele, mas também observe a dieta e os níveis de estresse. Está comprovado que o estresse retarda o processo de cicatrização da pele, incluindo a recuperação da barreira da pele. Portanto, estresse diário ou deficiência no gerenciamento do estresse pode deixar a barreira da pele em um estado permanentemente enfraquecido”, diz o Dr. Lucas.
  8. COMPLEMENTE SUA DIETA: Graças aos nutracêuticos inovadores, você não precisa depender de aplicações tópicas para estimular a pele. Os ácidos graxos essenciais ou ômegas podem ser tomados como suplemento, por exemplo. “Eles são anti-inflamatórios, então ajudam a acalmar a pele ou aliviar as condições agravantes de dentro para fora”, explica. “Eles também ajudam a prevenir a perda de água que pode causar irritação e desconforto.”
  9. VOCÊ É O QUE VOCÊ COME: “Quanto mais saudável você for, melhor será sua pele”, diz o Dr. Lucas Fustinoni. “Coma alimentos ricos em ômega, como peixes de água fria, sementes de linho e nozes; quando você come bem, esses ômegas eventualmente vão para a superfície da pele. Trata-se de tornar cada célula do corpo o mais saudável possível”, recomenda o médico.
  10. USE PROTETOR SOLAR: Uma das maneiras mais fáceis de proteger a barreira da sua pele é usar um FPS diário. “Ele também pode estar cheio desses antioxidantes para proteger sua pele contra os raios nocivos do sol e, também, adicionar proteção contra outros estressores ambientais”, finaliza o médico.